sábado, 20 de junho de 2009

Férias no Carvoeiro


Parar de vez em quando e tirar uns dias de descanso, é fundamental para aliviar o stress e seguirmos em frente com mais energia.






Para mim “estar” com a família é sempre o melhor da vida. Na nossa rotina habitual, que tempo temos para a família? Durante a semana no final do dia (com sorte) 3 ou 4 horas, pois é o que é possível arranjar e no fim-de-semana, se ficarmos em casa, cada um dedica-se às suas próprias actividades, sendo difícil estar “realmente juntos”.
Por isso, quando é possível sairmos uns “diazitos”para longe de casa, eu tento aproveitar e apreciá-los ao máximo. Foi o que aconteceu, agora nestes feriados.






Queriamos ir para o Algarve, no entanto não tínhamos qualquer local em mente, por isso procurei na NET um empreendimento, que tivesse piscinas e ao mesmo tempo uma área de jardins. Desta forma, conseguia conciliar os interesses de toda a família, a piscina imprescindível nas férias dos filhos e a natureza, o verde, o campo, que para mim é um bálsamo fundamental, pois ajuda-me a aliviar o “stress” da vida quotidiana.




Encontrei a “Quinta do Paraíso” no Algarve, perto do Carvoeiro, espectacular, todos adoramos e recomendo vivamente, principalmente a quem tem filhos pequenos e queira passar uns dias tranquilos.




As crianças têm imenso espaço para brincar, existindo um kids club com pessoal super simpático, a Vanessa e o Márcio são extremamente atenciosos com as crianças e sabem como cativá-los.




As piscinas são muito agradáveis, bem como o espaço envolvente.




Nós ficamos num bungalow (C4), muito bem localizado, perto das piscinas, do clube das crianças, e da zona de restauração. A casa era bastante espaçosa, com tudo o que é necessário e decorada de forma moderna e confortável.




A ideia era descansar, mas como não conhecíamos essa zona do Algarve, decidimos no Sábado ir visitar as praias das redondezas.




A 1ª foi a praia da Albandeira
Para chegar á praia temos de seguir por uma estrada estreita de via única, onde há ao longo do percurso espaços para nos desviarmos, caso venha algum carro em sentido contrário.



Após alguns km por uma paisagem natural muito bonita, passamos à frente do empreendimento do Luís Figo e do Paulo China o Suites Alba ResorteSpa.




Mais à frente chegamos à zona de estacionamento sobre a praia. É uma praia de pequena dimensão situada numa baía bem protegida por falésias, típicas desta zona da costa algarvia.




A oeste da praia de Albandeira há uma segunda baía rochosa, que quando está maré-cheia, penso que só será possível ter acesso a nado ou de barco, nós tivemos sorte e conseguimos passar através de um túnel escavado por baixo das rochas para esta baía.




É realmente um local muito bonito.




A 2ª praia que visitamos foi a Praia da Marinha
É uma praia linda, com uma grande beleza natural, quer pelas suas rochas, quer pelos túneis naturais. O acesso à praia, é feito através de uma extensa mas suave escadaria, que dá acesso a uma pequena enseada.





Se não descermos para a praia e continuarmos no caminho pedonal, vamos poder ver uma outra pequena baía, para a qual sinceramente não vi qualquer acesso, a não ser por mar. Têm um estacionamento amplo e ordenado.


A nossa próxima paragem foi em Algar Seco.




Algar seco é uma rede de grutas que sobem do mar, passam por debaixo da linha de rochas costeiras e faz entrar a água das marés em piscinas interiores.




Seguindo pelo caminho talhado nas rochas, vamos poder observar os pescadores nas escarpas, que olham o horizonte e tentem conseguir algum peixe fresco para a sua refeição e bem lá do alto, podemos contemplar toda aquela zona de uma beleza extraordinária.




No meio de rochas encontra-se um pequeno mas simpático restaurante.


Terminamos na Praia do Carvoeiro e do Paraíso
A Praia do Carvoeiro é uma praia de pescadores, dispõe de uma pequena baía de águas transparentes, e é abrigada e protegida pelas arribas.




No local podem alugar-se barcos para visitar às grutas e as praias isoladas. A Praia do Paraíso localiza-se logo a seguir, é uma praia pequenina cujo acesso é feito por uma enorme escadaria e também ela fica protegida pelas escarpas.




Foram uns dias magníficos, num espaço bonito e passados com alegria, saúde e boa disposição.




“ Em vão cultivaremos ao longe a felicidade se não a cultivamos dentro de nós mesmos” Jean-Jacques Rousseau