domingo, 25 de setembro de 2011

Lanzarote - Terra do Fogo


Hoje vamos Divagar até uma ilha com um encanto muito especial, terra do fogo e da lava, um local diferente e misterioso. Hoje vamos voar até Lanzarote, declarada em 1993 - Reserva da Biosfera.




Lanzarote é a ilha mais oriental do arquipélago das Canárias. Fica apenas a 113 quilómetros da costa de África, sendo formada por vulcões adormecidos, enormes crateras e rios de lava.
Foi descoberta pelo navegador Genovês Lancelloto Malocello em 1312. Entre 1730 e 1736 deram-se grandes erupções vulcânicas, que destruíram vilas inteiras, originando uma fuga generalizada da população para as outras ilhas do arquipélago.




A capital de Lanzarote é Arrecife desde 1852, uma linda e tranquila cidade portuária. Dois dos seus pontos de interesse são o Castelo de São Gabriel, fortaleza do século XVI situado numa ilhota e que abriga um museu arqueológico, e o Castelo de São José (século XVIII), que inclui uma galeria de arte contemporânea.


Castelo de São Gabriel
Foto net

No caminho do aeroporto para o hotel fiquei surpresa, a paisagem era muito diferente do que alguma vez tinha visto, terra negra, pouca vegetação e quase sem árvores há excepção de palmeiras, uma paisagem estranhanhamente surpreendente.




Ficámos instalados no Hotel Sol Lanzarote que se situa a poucos quilómetros do aeroporto de Puerto Del Carmen.




Gostei imenso do hotel, tinhamos um excelente quarto, comida diversificada e bem confecionada, pessoal super simpático, excelentes piscinas, estando situado mesmo em frente à praia de Matagorda.

A avenida ao longo das praias é lindissima e lá no céu os aviões a chegar são uma constante.


Existem pequenos miradouros ...


do alto dos quais se tem uma panorâmica mais ampla de toda a zona envolvente.


São muitos os recantos lindos, estando tudo sempre impecavelmente limpo.


Num dos nossos passeios fomos surpreendidos por um casal de noivos que se encontrava na praia a tirar fotografias.




■ O Lazer
Passear de bicicleta, de segway, nadar na piscina ou mesmo fazer um pino antes de dar um mergulho no mar, são algumas das formas de passar bons momentos.




São muitos os pontos de interesse nesta ilha. Apenas visitámos alguns, mas vou deixar a referência dos locais mais emblemáticos.

O que visitar:

■ Cueva de los Verdes
Uma série de grutas interligadas formadas por correntes de lava seca, em que em certos pontos, é mesmo necessário baixarmo-nos para passar. Um incrível jogo de luzes e cores idealizado pelo arquitecto Cesar Manrique e guias incríveis, que mantêm o pessoal em suspense durante toda a visita, tornam este local completamente mágico. É uma das maiores grutas vulcânicas do mundo. Constituída pela lava das erupções do vulcão La Corona, tem um cumprimento de 7 km, apesar de ser só visitável apenas 1 km dessa área.


Fotos pessoais e net


■ Jameos del Agua
Pertence ao mesmo tubo vulcânico da Cueva de los verdes. A reconversão da gruta dos Jameos del Agua num autêntico centro de arte, cultura e turismo deve-se também a Cesar Manrique. Foi aqui criado um auditório natural, um bar-restaurante, túneis de circulação, escadas, salas e um núcleo de investigação e divulgação do fenómeno vulcânico, denominado a Casa dos Vulcões. Aqui se situa uma lagoa natural de água salgada, único local no mundo onde vive o caranguejo cego albino.




A Cueva de los Verdes e os Jameos del Agua estão ligados pelo Túnel Atlântida, com mais de seis quilómetros de extensão e o mais longo tubo de lava do mundo.

■ Mirador del Río
Outra das criações de César Manrique foi o Mirador del Rio. Inserido na rocha e com diferentes níveis, oferece fantásticas vistas panorâmicas. A principal delas é vista da Ilha Graciosa.


Fotos pessoais e net


■ Teguise
Fundada em 1414 foi a primeira capital de Lanzarote, tendo sido instalada no centro da ilha numa tentativa de a proteger dos piratas. Há excepção dos domingos, em que é dia de mercado e as suas ruas se enchem de movimento e cor, é um local muito tranquilo. Fiquei muito admirada, pois viam-se muito poucas pessoas na rua.




■ Fundación César Manrique
O desejo de César Manrique de realçar as potencialidades da lava, levou-o a construir a sua própria casa em Taro de Tahíche, inserida num mar de lava.




Uma casa de uma beleza única completamente integrada na paisagem, foi transformada após a sua morte na Fundação César Manrique, acolhendo hoje as suas obras, bem como exposições temporárias de pintura e escultura de diversos autores.




■ Jardín de Cactus
Plantados no negro da terra são cerca de 10 mil exemplares de cactos de mais de mil espécies diferentes, oriundos da América, Madagáscar e Canárias. Foi a última obra de César Manrique.


Foto net


■ Parque Nacional de Timanfaya
As Montañas del Fuego localizadas dentro do Parque Nacional de Timanfaya, são efectivamente um conjunto de inúmeros vulcões, ligados por um autêntico mar de lava. Timanfaya é a cratera mais elevada, dando nome ao Parque Nacional, criado em 1974. Não é permitida a entrada de carros, a visita é feita num autocarro pertencente ao parque.


Foto net


■ Haria - a Aldeia das 1000 Palmeiras
O seu nome "Vale das Mil Palmeiras" não lhe foi dado por acaso, pois neste vale as palmeiras são muito mais do que 1000, surgindo altas e elegantes por entre as casas brancas que se espalham pelas colinas.




■ Puerto Calero
Lindissima marina, local de partida para uma nova aventura...




Daqui saímos para fazer uma espectacular viagem de submarino. Descemos até cerca de 30 metros de profundidade. Ao longo do percurso a guia ia dando explicações sobre os peixes que íamos observando, ou sobre os navios afundados. Em determinada altura do percurso, passou junto às janelas do submarino, um mergulhador acompanhado por uma raia enorme e vários outros peixes à sua volta, espectacular! Adorei a viagem.




■ As Praias
Embora a sua natureza seja vulcânica, Lanzarote tem belissimas praias, umas de areia negra mas também algumas de areia branca, como a Playa Blanca ou a Playa Papagayo. As praias de Puerto del Carmen, apresentam uma areia mais escura, mas muito macia. Como corre sempre um ventinho, a zona destinada às cadeiras e chápeus de sol, encontra-se protegida por redes.




Ao percorrermos Lanzarote esteve sempre presente o nome de César Manrique, que deixou uma importante herança de arte e cultura. Foi um dos grandes responsáveis pelo desenvolvimento da ilha, tendo sempre presente nas suas obras, o equilibrio e integração perfeita com a natureza.


Formas e cores fantásticas, rotundas que dão gosto ver pelo cuidado com que foram criadas, uma preocupação constante em manter a ilha limpa, estando sempre presentes o cuidado de reciclar e separar devidamente os lixos, povoações perfeitamente integradas na paisagem e a gentileza das suas gentes, fez com que adorássemos a nossa estadia. Compreende-se porque José Saramago - Prémio Nobel da Literatura em 1998, a tenha eleito para sua residência permanente.

Lanzarote é um lugar de inegável beleza. Ficou uma imensa vontade de lá voltar!




Fontes: Visita pessoal e informações gerais da net.

10 comentários:

  1. Boa noite Maria! Ando um pouco desgostosa e sem nenhuma inspiração para rabiscar nada, mas adoro VIAJAR passeando nos jardins floridos e cheios de inspiraçoes dos amigos.
    um lindo começo de primavera para voce!
    Lembranças.
    Ange.

    ResponderEliminar
  2. OLÁ MARIA
    LINDAS IMAGENS DE LANZAROTE.
    Também já lá estive mas só 1 dia foi quando fiz um cruzeiro e parou lá; gostei e ainda não fiz post nenhum sobre essa Ilha.
    Mas, tenho sempre tantos assuntos para os posts que algum fica para "depois"!!!

    Gostaria que a Maria acompanhasse a minha viagem de Agosto passado, neste momento estou a fazer o post sobre BASTIA no norte da CÓRSEGA.
    ...e a viagem continuará no MOMENTOS PERFEITOS.

    No outro blog "Deabrilemdiante" tenho uma rubrica que há algum tempo não aparece:
    associar um poema a uma imagem da minha autoria.
    Decidi apresentar uma imagem que serviu para o 3º tema, juntamente com um poema de CORA CORALINA.
    Como o 3º tema do Raid era:
    "UM OLHAR SOBRE O QUOTIDIANO"
    Vem espreitar!
    Boa semana.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. OLÁ MARIA
    LINDAS IMAGENS DE LANZAROTE.
    Também já lá estive mas só 1 dia foi quando fiz um cruzeiro e parou lá; gostei e ainda não fiz post nenhum sobre essa Ilha.
    Mas, tenho sempre tantos assuntos para os posts que algum fica para "depois"!!!

    Gostaria que a Maria acompanhasse a minha viagem de Agosto passado, neste momento estou a fazer o post sobre BASTIA no norte da CÓRSEGA.
    ...e a viagem continuará no MOMENTOS PERFEITOS.

    No outro blog "Deabrilemdiante" tenho uma rubrica que há algum tempo não aparece:
    associar um poema a uma imagem da minha autoria.
    Decidi apresentar uma imagem que serviu para o 3º tema, juntamente com um poema de CORA CORALINA.
    Como o 3º tema do Raid era:
    "UM OLHAR SOBRE O QUOTIDIANO"
    Vem espreitar!
    Boa semana.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Mais uma viagem interessante e com imagens lindas, amiga!
    Beijos meus!

    ResponderEliminar
  5. Olá Maria , mas uma viagem pela sua linda nave.
    desejo um jardim florido em sua vida para festejar o inicio da primavera.Bjs

    ResponderEliminar
  6. Mais uma viagem que fiz com os seus olhos.

    Um beijo da Nita. Hoje de bom entardecer!

    ResponderEliminar
  7. Maria, amiga. Belas imagens, São tantas que não dá para escolher. Obrigada mais uma vez por esse maravilhoso presente! Adorei sua família. Vc é muito bonita. Além de ser muito amável, especial. Bjos e ótimo fim de semana!

    ResponderEliminar
  8. ESPETACULAR. ADOREI. CONTINUA.

    ResponderEliminar
  9. Olá Maria. Descobri por acaso o seu blogue e fiquei encantada com a reportagem sobre Lanzarote. Estivemos lá, de férias, há 3 anos mas não conseguimos visitar todos os locais que visitou...este ano vamos voltar e já levamos uma lista para não nos "perder"... Adorei Lanzarote, é um local mágico! Das 4 ilhas que conheço nas Canárias, esta é a minha preferida. Beijinhos depois dou notícias

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.