segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Centro Histórico de Angra do heroísmo - Património da Humanidade


O nosso país tem belíssimos monumentos, cidades maravilhosas e paisagens sublimes que merecem ser visitadas e admiradas, mas como nem sempre é possível viajar, pelo menos podemos apreciar em fotografia, alguns desses locais espectaculares e que foram considerados pela "UNESCO" como “Património da Humanidade”.

Património português classificado pela UNESCO como Património da Humanidade:

Hoje vou apresentar: Angra do heroísmo, classificada como património da humanidade pela UNESCO desde 1983.

Foto: 1ms.net

Angra do Heroísmo fica situada a sul da Ilha Terceira numa pequena e lindíssima baía, no arquipélago dos Açores. Deve o seu nome a D. Maria II, que assim designou a cidade devido ao heroísmo demonstrado pela sua população durante as lutas liberais no princípio do século XIX.

Foto: wikipedia_Autor José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa


Esta ilha portuária e antigo forte do século XVI foram de importância estratégica para mercadores e comerciantes portugueses e espanhóis, ao longo dos séculos, que usavam o porto abrigado da ilha como ponto de paragem entre África, Europa e as Índias Ocidentais e Américas.


Foto: wikipedia_Autor José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa


A cidade foi o refúgio do escritor, orador e político João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett, durante a Guerra Peninsular. As suas bonitas e típicas ruas são o reflexo de anos de história e influência dos vários habitantes vindos de variadas regiões.


Foto: www.olhares.com_Bonds3334


A Praça Velha constitui o centro da cidade por excelência, constituindo-se no núcleo a partir do qual se desenvolveram as principais artérias da malha urbana. Ao longo da sua história conheceu diferentes funções: mercado de galinhas e gado aos domingos, palco de corridas de toiros, palco de enforcamentos durante as lutas entre liberais e absolutistas. Chamada de cidade monumento, pelo seu rico património de grande valor artístico, como o provam o seu legado de esculturas, talha dourada, azulejaria e mobiliário de madeiras exóticas que recheiam os seus solares, igrejas e monumentos.


Foto: wikipedia_José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa


O Centro Histórico de Angra do Heroísmo foi classificado como património mundial pela UNESCO, atestando assim o seu grande valor arquitectónico, histórico e cultural. Palácios, conventos, fortificações, edifícios, ermidas, capelas, igrejas, onde se destaca a Sé Catedral, formam no seu todo, uma cidade de aspecto único e de grande beleza.


Foto: wikipedia_Martin Herbst

Angra do Heroísmo orgulha-se também pelos seus espaços verdes, como o central Jardim Duque de Terceira, o Parque Municipal do Relvão, ou o Parque Arqueológico Subaquático da Baía de Angra do Heroísmo.


Foto: wikipedia_Autor Carlos Luis M C da Cruz

A não perder:
Museu de Angra do Heroísmo
O Museu localiza-se no Centro Histórico de Angra do Heroísmo, o seu espólio é vasto e diversificado, abrangendo a história regional e as suas relações com o mundo. Destacam-se as suas colecções de etnografia, armaria e militaria, pintura, escultura, mobiliário, traje, transporte, cerâmica, instrumentos musicais. No tocante a Artes Plásticas contemporâneas, destaca-se a colecção António Dacosta, artista natural de Angra do Heroísmo, reconhecido internacionalmente.


Foto: wikipedia_Autor Carlos Luis M C da Cruz


Palácio Bettencourt
Casa solarenga, edificado entre os séculos XVII e XVIII. Neste local encontra-se a Biblioteca Pública e Arquivo de Angra do Heroísmo.

Foto: wikipedia_Autor Luis Silveira

Sé Catedral
A Igreja do Santíssimo Salvador da Sé, ou simplesmente a Sé Catedral, localiza-se, no centro histórico da cidade. Remonta a uma primitiva igreja paroquial, iniciada por Álvaro Martins Homem em 1461. Sob a invocação de São Salvador, deve ter sido concluída em 1496, data da nomeação do seu primeiro vigário. Teve de ser reconstruída após o sismo de 1980 e de um incêndio poucos anos depois.

Foto: wikipedia_Autor Carlos Luis M C da Cruz

Convento e Igreja de São Gonçalo
O Convento localiza-se no centro histórico. É considerado o maior e mais antigo convento da cidade e o maior do arquipélago, tendo chegado a abrigar mais de cem religiosas. Constituiu-se em reputado centro de educação e de belas-artes, chegando a reunir duas centenas de educandas, que aqui tinham aulas de música, canto, desenho, pintura e humanidades.

Foto: wikipedia_Autor Carlos Luis M C da Cruz

Igreja da Misericórdia
Está implantada no local onde foi fundado o primeiro hospital do arquipélago, por compromisso da Confraria do Santo Espírito, datado de 15 de Março de 1492. O actual templo data do século XVIII.

Foto: wikipedia_Autor Carlos Luis M C da Cruz

Castelo ou Fortaleza de São João Baptista
Foi mandado construir por Filipe I sobre o istmo do Monte Brasil e constitui a maior fortaleza erigida em Portugal durante o domínio espanhol.

Foto: wikipedia_Autor Carlos Luis M C da Cruz

Monte Brasil
Lá do alto a vista é fantástica sobre a cidade, a sua baía e marina, o Porto Judeu, a Ribeirinha, os Ilhéus e, para Poente, desde a baía do Faial, passando pela baía de Villa Maria até à freguesia São Mateus da Calheta.

Foto: wikipedia_Autor Carlos Luis M C da Cruz

Castelo ou Forte de São Sebastião
Edificado no reinado de D. Sebastião (século XVI), localiza-se no porto de Pipas. Construído numa pequena colina, em pleno centro histórico da cidade, foi a primeira grande fortificação marítima na cidade.

Foto: wikipedia_Autor Carlos Luis M C da Cruz

Obelisco Alto da Memória
Localiza-se no cimo do Jardim Duque da Terceira, no centro histórico da cidade. Foi erigido no século XIX em honra de D. Pedro IV. De evidente simbologia maçónica, teve a sua pedra fundamental lançada a 3 de Março de 1845, estando concluído em 1856. Do seu miradouro tem-se uma panorâmica sobre a cidade, avistando-se também o Forte de São Sebastião, a Fortaleza de São João Baptista bem como o Monte Brasil.

Foto: wikipedia_Autor Carlos Luis M C da Cruz

Impérios
Os Impérios, são capelas populares dedicadas ao Divino Espírito Santo. Estes pequenos monumentos de cores fortes e de diferentes formas encontram-se ao longo de toda a ilha.


Igreja de Nossa Senhora da Conceição
Localiza-se no centro histórico da cidade, de estilo barroco, foi construída no séc. XVI.


Foto: wikipedia_Autor Carlos Luis M C da Cruz


Festas e Tradição
Uma das festas mais típicas e conhecidas é a festa do Espírito Santo. Estas festas do Espírito Santo são celebradas em todas as ilhas e remontam aos primeiros colonos, que pediam a protecção contra os desastres naturais.

Artesanato
Salientam-se as colchas de tear manual, os bordados em linho com motivos tradicionais e as rendas, as flores artificiais, os barretes de pastor típicos, os chinelos garridos, as violas de arame e as esculturas. A arte popular também engloba objectos esculpidos em dente e osso de baleia, chifre de bovino, cedro, barro e vime.

Uma cidade plena de beleza, história, monumentos, paisagens deslumbrantes, praias, Angra do Heroísmo tem muito para oferecer a quem a visita.

Fontes e Fotos: Wikipedia; Igespar; visitportugal; angra-do-heroismo.portais.ws; RotasTuristicas; outros

Foto: wikipedia_José Luís Ávila Silveira e Pedro Noronha e Costa

"Sem a cultura, e a liberdade relativa que ela pressupõe, a sociedade, por mais perfeita que seja, não passa de uma selva. É por isso que toda a criação autêntica é um dom para o futuro." (Albert Camus)

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Monsanto - A Aldeia de Pedra

Aldeia histórica de Portugal, Monsanto é construída em pedra granítica e é uma freguesia do concelho de Idanha-a-Nova, distrito de Castelo Branco, sendo conhecida como "a aldeia mais portuguesa de Portugal".


 Foto: www.leme.pt

Avista-se numa encosta escarpada, conhecida por o Cabeço de Monsanto (Mons Sanctus), cujo ponto mais alto do atinge os 758 metros. Do topo granítico do monte de Monsanto a paisagem é deslumbrante.


Foto:www.trekearth.com_Aires Santos

A presença humana neste local data desde o paleolítico. A arqueologia indica que o local foi habitado pelos romanos, no sopé do monte, no denominado campo de S. Lourenço. Também existem vestígios da passagem visigótica e árabe.

Foto: www.panoramio_ANGEL, EL ALFA III


É uma aldeia tranquila, cheia de recantos maravilhosos.


Foto: www.portugaltours.com.pt


A tradição, a paz e a beleza de Monsanto acompanham-nos em todos os caminhos possíveis de percorrer.


Foto: www.panoramio_ANGEL, EL ALFA III

Fica-se encantado passeando pelas suas ruas sossegadas e observando tudo ao nosso redor principalmente as casas tão habilmente construídas.


Foto: www.panoramio_ANGEL, EL ALFA III


No seu conjunto arquitectónico destacam-se algumas casas senhoriais brasonadas, e vários templos alguns dos quais já em ruínas, como a Capela de São Miguel em estilo românico.

Campanário e ruinas de S.Miguel
* Foto: Net
Monsanto é o resultado da interligação da natureza e do engenho dos homens.


* Foto: Net

A geografia do terreno e a mão do homem, deram origem a construções curiosas.


 Foto: www.panoramio_ANGEL, EL ALFA III

O aglomerado das casas na encosta, foi aproveitando o granito das pedras como chão ou paredes das casas e, em alguns casos, um bloco de pedra original dá forma ao telhado de telha, a razão pela qual se diz que é a casa de "uma só telha".


Foto: www.trekearth.com_tober

Estas casas originais deram origem à quadra:

“Nunca se sabe em Monsanto
Que as águias roçam com a asa
Se a casa nasce da rocha
Se a rocha nasce da casa".

 Foto: unusualplaces.org


A visitar:
■ Capela do Espírito Santo
Com características renascentistas foi mandada construir no século XVI.



A capela apresenta uma pequena torre sineira e está adossada a uma das portas da vila: o Arco de São Sebastião ou do Espírito Santo.


* Foto: Net
■ Igreja Matriz ou de São Salvador
Provavelmente construída no século XV. Alvo de reforma três séculos depois, a sua fachada ainda conserva elementos antigos, nomeadamente o portal românico. No seu interior podem ainda admirar-se imagens e altares muito bonitos, em especial o Altar-mor com um magnífico trabalho em talha dourada.



■ Igreja da Misericórdia
Datada do século XVI, serviu de igreja paroquial até à edificação da igreja matriz actual. Quando foi edificada, esta capela substituiu a capela de São Lázaro, antigo local de culto, hoje desaparecida. Apresenta um estilo renascentista e localiza-se no Largo do Pelourinho. No seu interior exibe três altares, uma imagem de São Pedro e um conjunto de imaginária sobre o ciclo da Paixão de Cristo. Exibe um nicho na sua fachada com Nossa Senhora e o menino nos braços. De cada lado possui duas pequenas janelas.




■ Torre do Lucano ou do Relógio
Esta antiga torre possui uma grande importância para os monsantinos. Considerada como o ex-libris da aldeia, servia de vigia no morro contíguo, pois dominava todo o horizonte circundante. 


Foto: www.trekearth.com_alive

Ostenta o símbolo que tornou Monsanto na “Aldeia Mais Portuguesa de Portugal”. Assim, a encimar esta construção existe a réplica do Galo de Prata, troféu obtido no concurso de 1938 da autoria de Abel Pereira da Silva.


 Foto: www.panoramio_ANGEL, EL ALFA III


■ Porta de Santo António
Foi mandada construir no século XVIII pelo Conde de Lippe a fim de preparar a defesa da aldeia para a Guerra dos Sete Anos. Esta porta possui uma guarita abandonada e tem a encimar um brasão de armas.

Foto: www.radiomonsanto.pt

■ Capela de Santo António
Construída no século XVI, esta Capela está encostada ao cemitério da aldeia. De estilo manuelino, exibe um portal com quatro arquivoltas.



■ Ruinas da Capela de S. Miguel
No alto da povoação, antes da entrada da cidadela do castelo, encontram-se as ruínas desta Capela. Templo românico em pedra granítica, datado do século XII, ela é indício de uma primitiva povoação - S. Miguel - e sobrepõe-se a um monumento que se supõe de culto a Marte e a outros deuses pagãos. É rodeada igualmente por sepulturas escavadas na rocha granítica (cemitério paleo-cristão).

Foto: www.panoramio_ANGEL, EL ALFA III

■ Castelo de monsanto
A edificação do castelo atribui-se aos Cavaleiros da Ordem do Templo sob as ordens de D. Gualdim Pais (Mestre da Ordem). Várias vezes mandado reconstruir por sucessivos monarcas, o castelo medieval em pedra granítica viria a sofrer um terrível acidente no século XIX, tendo sido foi parcialmente destruído, numa noite de Natal, pela explosão do paiol de munições, uma fatalidade à qual sobreviveram as duas torres, a do Peão, primitiva torre de vigia, e a de Menagem.

Foto: wikipedia_Concierge.2C

O castelo está ligado à tradição da principal celebração de Monsanto a Festa de Nossa Senhora do Castelo ou das Cruzes a 3 de Maio.


■ Igreja de Santa Maria do Castelo
Esta igreja foi reconstruída a partir de um anterior edifício religioso da Ordem do Templários. Em Maio é palco da Festa de Santa Cruz, de origem pagã, em memória do cerco castelhano a que a povoação resistiu. Nesta capela guarda-se a imagem de Nossa Senhora do Castelo.


Foto: wikipedia

■ Capela de S. Pedro de Vir-a-Corça
Situada no base do cabeço de Monsanto, é um templo de raiz românica, construído em granito, tendo sido ao seu redor, que se realizou a feira autorizada por D. Dinis em 1308. A Igreja foi construída no século XII ou XIII e tem o seu nome relacionado com a Lenda da Corça ou do Eremitão Amador que, segundo consta, se encontra sepultado junto do altar da capela juntamente com o seu discípulo.

No século XVI a edificação foi remodelada interiormente, tendo sido realizadas alterações nas colunas. Corresponde a uma capela românica de planta longitudinal, com o portal principal em arco pleno, encimado por rosácea. De destacar na fachada lateral doze pedras que funcionam como relógio do sol. De referir ainda que o seu campanário situa-se a alguns metros da capela sobre um penedo.


Onde Dormir
■ Casa da Gruta - Esta casa é a uma das mais típica e romântica de Monsanto, situada dentro de uma gruta.

* Foto: Net
■ Casa Leão - Casa brasonada, em pedra de granito, situada dentro das muralhas.

* Foto: Net
■ Pousada de Monsanto

* Foto: Net

Artesanato:

No seu artesanato é de salientar:

As bonecas “ Marafonas”, que simbolizam a Deusa da fertilidade, não têm olhos nem boca e colocam-se em cima da cama dos recém-casados para dar “sorte”.

* Foto: Net 

O adufe, um instrumento musical habitualmente tocado por mulheres.

* Foto: Net
Monsanto tem conseguido preservar as suas tradições e costumes populares, e encanta quem o visita pela sua beleza, pela sua história, pela sua originalidade e pela simpatia das suas gentes.


Wikipedia_Monica Andre

Vá visitar, Vale a pena.

Fontes e Fotos:” www.rotasturisticas.com”; “www.cm-idanhanova.pt/freguesias/monsanto.html”; “www.rotas.xl.pt/”; “www.portugalvirtual.pt/”;”wikipedia”;"www.radiomonsanto.pt/"; "http://www.portugalvirtual.pt/"; www.skyscrapercity.com/; olhares; outros.

* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Foto: www.portugalnotavel.com

Sempre que viajamos seja física ou virtualmente (através por exemplo da leitura), alargamos os nossos horizontes, pois vamos conhecer novos locais, novos costumes, novas realidades e gentes. Aumentamos o nosso conhecimento e enriquecemos interiormente.