sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Galápagos



O Parque Nacional Galápagos situa-se no Oceano Pacífico, é uma área de preservação natural do Equador, localizada nas ilhas que lhe dão o nome, o arquipélago de Galápagos.


* Fotos: Net

A sua importância como um refúgio natural para muitas espécies endêmicas levou o governo equatoriano a criar nelas um Parque Nacional em 1959, com uma área que cobre 97% da sua extensão, ficando de fora apenas as áreas já urbanizadas e transformadas pela agricultura.


Foto: http://www.galapagos-islands.ws

Pelos mesmos motivos as Galápagos foram declaradas pela Unesco Patrimônio Mundial em 1979, e Reserva da Biosfera em 1985. Em 1987 uma área de 15 milhas náuticas em torno do arquipélago foi transformada na Reserva Biológica Marinha Galápagos, com 70 mil km², expandidos em 1998 para 130 mil km².


Foto: http://www.galapagos-islands.ws

As ilhas foram descobertas em 1535, quando o navio que levava o bispo do Panamá, frei Tomás de Berlanga, se desviou de sua rota quando vinha do Panamá em direção ao Peru.


Foto: http://maestrocarlosgomes.blogspot.pt/

Charles Darwin visitou o arquipélago em 1835, surpreendendo-se com as características únicas da fauna local, cujo estudo contribuiu para que ele formulasse sua teoria da evolução das espécies.



Fotos: http://gde-fon.com

A distância das Galápagos de qualquer outra terra firme, estando a cerca de mil km da costa oeste da América do Sul, mais as fortes correntes oceânicas em seu redor e os ventos que sopram entre as várias ilhas, isolaram o arquipélago em conjunto e cada ilha individualmente, tornando-os laboratórios vivos da evolução das espécies.


Foto: http://gde-fon.com
 
As Galápagos (ou Arquipélago de Colombo) formam um grupo de 13 ilhas principais e mais de cem ilhotas e rochedos emersos, das quais apenas quatro são habitadas. O grupo é de origem vulcânica e ainda tem atividade sísmica e vulcânica.


* Fotos: Net

Existe uma variação considerável na área de altitude e orientação entre as ilhas. A sua topografia acidentada criou condições para o aparecimento de ecossistemas bastante diferenciados, favorecendo a evolução de uma grande variedade de criaturas únicas em todo o mundo.


* Fotos: Net

As plantas são a base de toda a vida dentro das Ilhas Galápagos. Das 500 espécies de plantas 40% são endêmicas. Estas plantas, combinados com as 200 espécies de plantas introduzidas e 500 espécies de musgos, liquens e hepáticas dar Galápagos formam um ecossistema complexo.




O arquipélago apresenta uma biodiversidade elevada e é o habitat de uma fauna peculiar. Estas espécies endêmicas evoluíram de outras espécies para se tornarem únicas nas Ilhas Galápagos. A tartaruga de Galápagos é a mais conhecida de todas as criaturas endémicas.


Foto: wikipedia_Daniel Ramirez

A fauna endêmica conta com várias espécies de invertebrados, répteis e aves.



Foto: http://wallpaperswa.com

Estas ilhas são o lar de iguanas marinhas, iguanas terrestres, uma mistura híbrida do cujo pai são iguanas marinhas e mãe são iguanas terrestres, bem como a Iguana rosa recém-descoberta.



Aqui se encontram também 13 espécies de tentilhão-de-Darwin, além do único pinguim a viver em latitudes equatoriais, o pinguim-das-galápagos.

Foto: http://www.fanpop.com/

Contudo, a biodiversidade local sofre com a competição de mais de mil espécies invasoras animais e vegetais introduzidas pelo homem, como o pombo-comum, vespas, mosquitos e formigas, cavalos, cabras e ratos, a quina, a goiabeira e a amoreira, além de ter sofrido historicamente pela caça predatória e pela destruição do ambiente, e hoje está ameaçada pelo crescimento do turismo.


Foto: http://www.coolpicturegallery.net/

Recentemente vários projetos têm procurado recompor o ambiente degradado, erradicar espécies invasoras e recuperar as populações nativas, alguns deles com apreciável sucesso.


Foto: www.walpapperweb.org

Galápagos é um lugar surpreendente.

Fontes e fotos: Wikipedia; http://www.galapagosonline.com/; http://whc.unesco.org/; http://www.galapagos-islands.ws/; http://www.fanpop.com/spots/animals/images/; http://www.worldatlas.com/webimage/countrys/samerica/galap.htm; http://holeinthedonut.com/2011/10/30/kicker-rock-galapagos-ecuador-genovesa/; http://www.coolpicturegallery.net/; http://gde-fon.com; outros net.

* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.



Viajar é alargar os nossos horizontes, é conhecer novas culturas, novos locais, paraísos perdidos que nos fascinam e encantam e se não o podemos fazer fisicamente, podemos sempre fazê-lo através da fotografia e da leitura, essa será a nossa viajem virtual!

3 comentários:

  1. Adoro viajar!
    E aqui tenho sempre boas viagens!

    ResponderEliminar
  2. Amiga Maria:
    Tenho uma amiga que já foi aos Galápagos e que ficou encantada, agora percebo porquê. Um paraíso.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Como sempre, por aqui só há lugares lindos e maravilhosos!
    Amei a viagem! Amei os animais. Sabes que os adoro!
    Beijocas, minha querida! E perdoe-me pela demora da visita!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.