sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Gwaii Haanas National Park – Canadá


O Parque Nacional Gwaii Haanas e Sítio Patrimonial Haida é a combinaçao de uma reserva nacional e um sítio patrimonial localizado na província de Colúmbia Britânica, no Canadá.


Foto: panoramio_helloclint


O parque foi resultado de um entendimento alcançado em 1988 entre governo canadense e o conselho dos povos indígenas Haida. Em 1993 foi assinado um acordo de co-gestão entre o Governo do Canadá e da Nação Haida, sendo assim o parque administrado pelos dois governos.


Foto: panoramio_wucie2


Gwaii Haanas tem sido o lar do povo Haida desde à milhares de anos e significa na língua Haida "Islands of Beauty - As Ilhas da beleza" na língua Haida.


Foto: http://discover.mapquest.com

Entre as atrações em Gwaii Haanas encontra-se SGaang Gwaii (Anthony Island), a histórica vila Haida (aldeia de Nunsting), declarada Património Mundial pela UNESCO em 1981, representando 2000 anos de arte e cultura Haida.


Foto: www.panoramio.com_Rkoons

SGaang Gwaii ou SGaang Gwaay está repleta de totems e restos de casas construídas pelos haida.


Foto: panoramio_tasugring


O parque  é composto por um arquipélago de 138 ilhas, sendo a maior ilha de Moresby.

Tem uma ampla variedade de ecossistemas, as suas paisagens variam de profundos fiordes para montanhas escarpadas, lagos alpinos ou tundra e riachos onde os salmões desovam.


Foto: panoramio_Sam Beeb Ecotrust


Perto de 90% do Gwaii Haanas é arborizada, 9% é alpina e sub-alpina tundra. O restante 1% é formado por lagos e pântanos.


Foto: www.panoramio.com_Rkoons


As costas oferecem uma grande variedade de formação de afloramentos rochosos irregulares e belas praias, e toda a sua paisagem é deslumbrante e cheia de vida e côr.

Foto: panoramio_Sam Beeb Ecotrust


A água escoa com abundância das montanhas, e ajuda a preencher mais de 40 lagos de água doce.




O seu ponto mais alto é a acidentada Faixa de San Cristoval com picos de mais de 1.100 metros de altura.

A costa oeste de Gwaii Haanas pode receber mais de 4.000 milímetros de chuva por ano. A extrema exposição ao vento e à chuva faz com que as florestas na costa oeste sejam pantanosas e atrofiadas sendo dominadas pelo cedro vermelho ocidental e cicuta.


Foto: panoramio_Helloclint


As florestas do lado de sotavento, ou leste da Haanas Gwaii, são florestas clássicas costeiras, as espécies dominantes incluem grandes abetos ocidentais e árvores cedro vermelho ocidental.


Foto: Net


O seu ecossistema é complexo e diversificado suportando uma grande variedade de fauna e de animais selvagens. Em Gwaii Haanas a flora e fauna evoluíram ao longo de milhares de anos, tornando-se algumas típicas deste local, como é caso do urso preto, que é maior do que o seu primo do continente.


Foto: panoramio_Helloclint


Estima-se que mais de 750 mil aves marinhas nidificam ao longo da costa de Haanas Gwaii de maio a agosto. Entre as muitas espécies de Gwaii Haanas encontram-se o veado de cauda negra, guaxinins, lontras, esquilos e castores.


Foto: panoramio_Helloclint

É um lugar ideal para kayakers, observadores de pássaros, fotógrafos e amantes da natureza.


Foto: panoramio_Ken Purcell

Gwaii Haanas encarna a essência da beleza da natureza e de uma rica ecologia da costa do Pacífico. É uma celebração de mais de 10 mil anos de conexão com a terra e o mar da cultura do povo Haida. Para os visitantes é a oportunidade de testemunhar uma cultura viva, e mergulhar na natureza numa simbiose perfeita entre corpo e alma, uma experiência espiritual única.

Gwaii Haanas é realmente um lugar muito especial!

Fontes e Fotos: wikipedia; http://www.gwaiihaanas.com/; http://www.queencharlotteislandsguide.com/gwaii-haanas/; http://www.greatcanadianparks.com/; http://www.tourhaidagwaii.com/haida-gwaii/heritage.php; http://www.thecanadianencyclopedia.com/articles/gwaii-haanas-national-park-reserve-and-haida-heritage-site; Panorâmio; http://discover.mapquest.com;  outros net.


* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.

Foto: panoramio_Wucie


A fotografia, é um transporte muito especial para podermos viajar sem sairmos da nossa casa. Ela permitindo-nos conhecer locais e culturas que de outra maneira seria impossível. O meu muito obrigado a todos os fotografos que nos brindam com a sua arte ajudando-nos a divagar e a alargar os nossos horizontes.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Madeira - Uma ilha de Beleza e Encanto


Paisagens deslumbrantes, um clima ameno todo o ano, praias de areia dourada, o arquipélago da Madeira encanta quem o visita.


Foto: Pessoal

Situa-se no Oceano Atlântico, sendo oficialmente designada por Região Autónoma da Madeira. É um arquipélago português e faz parte integral da União Europeia.


Foto: Pessoal

A primeira ilha a ser descoberta foi Porto Santo (1418), por João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira. No ano seguinte estes navegadores acompanhados de Bartolomeu Perestrelo chegam à ilha da Madeira.

Tendo sido notadas as potencialidades das ilhas, bem como a importância estratégica destas, iniciou-se por volta de 1425 a colonização.


Foto: Pessoal

Foto: Pessoal

De origem vulcânica, o arquipélago é formado pela ilha da Madeira, Ilha de Porto Santo, as duas ilhas principais e as únicas habitadas e pelas Ilhas Desertas e Ilhas Selvagens.


Foto: Pessoal


Foto: Pessoal
Foto: Pessoal


A Madeira é uma ilha de extraordinária beleza, na qual se destacam as suas belas paisagens, florestas, praias, piscinas naturais e artificiais, ribeiras e as suas cascatas.


Foto: http://hdwp.net

Foto: http://www.wallpaperhi.com


Possui um relevo bastante acidentado, sendo os pontos mais altos o Pico Ruivo (1862 m), Pico das Torres (1851 m) e o Pico do Arieiro (1818 m). A costa norte é dominada por altas arribas e na parte ocidental da ilha surge uma região planáltica, o Paul da Serra (1300–1500 m).


 Foto: Pessoal


O relevo, bem como a exposição aos ventos predominantes, fazem com que na ilha existam diversos micro-climas. A precipitação é mais elevada na costa norte do que na costa sul. Não existem grandes variações térmicas durante todo o ano mantendo-se o clima ameno.


Foto: Pessoal


Todos estes fatores levam a que a Madeira possua uma natureza exuberante, existem várias Reservas Naturais e a sua Floresta Laurissilva foi classificada como Património Mundial pela UNESCO em 1999. Ver mais AQUI.


Foto: http://santanamadeirabiosfera.com


As suas levadas, cursos de água artificiais criados para levar água excedente das chuvas no interior para os campos agrícolas de toda a ilha, são uma forma muito procurada de visitar e apreciar a exuberante beleza natural desta lindissima ilha. A construção destes admiráveis canais começou no século XVI, sendo as construções mais recentes da década de 1940, fornecendo água para centrais hidroeléctricas e também para fins de irrigação.


Foto: wikipedia_Author Jörg Schmalenberger -OEXX-


A ilha de Porto Santo tem uma constituição geomorfológica completamente diferente à da ilha da Madeira. Muito plana, apresenta um solo arenoso e muito pobre em nutrientes pouco apto para a agricultura. O ponto mais alto é o Pico do Facho com 517 m de altitude. Possui uma praia de areia fina e dourada com 9 km de extensão.


Foto de: Panoramio_GinoeGina


Actualmente, o turismo constitui uma importante fonte de receitas da economia madeirense. No sector agrícola, a produção de banana dirigida fundamentalmente ao consumo regional e nacional, as flores e o afamado vinho da Madeira, constituem também um forte contributo para a economia regional.


Foto: net


A pecuária complementa a actividade agrícola sendo o gado ovino e caprino os mais predominantes. A pesca recorre ainda a métodos artesanais e as principais espécies capturadas são o atum e o peixe-espada. Na industria destacam-se os bordados Madeira, tapeçaria e artigos de vime.


Foto: net


Vamos Divagar um pouco por alguns dos seus lindos municípios.

■ Funchal
O Funchal situa-se a Sul da Ilha da Madeira e é a cidade mais importante da ilha, e a porta de entrada para o Arquipélago da Madeira. Recebeu o primeiro foral entre 1452 e 1454, sendo elevada a vila e a sede de concelho. Foi elevada a cidade em 1508.

 Foto: pessoal

A visitar:

Jardins Botânicos da Madeira  - A cerca de 3 km do Funchal, é um dos mais belos jardins botânicos do mundo. Fundado pelo engenheiro Rui Vieira, o Jardim Botânico da Madeira foi inaugurado a 30 de Abril de 1960.

 foto: Pessoal
 Foto: Pessoal

A vegetação exuberante forma jardins coloridos, tornando esta uma das maiores atracções do arquipélago. É constituído por diversas espécies botânicas, mais de 2 500 plantas, oriundas de todos os continentes que coexistem em harmonia, cerca de 300 aves exóticas e 200 espécies indígenas da Região.


Foto: Pessoal
Foto: Pessoal


Convento de Santa Clara - Datado de finais do século XV, foi fundado por João Gonçalves da Câmara. Chegou aos nossos dias com a mesma missão que originou a sua criação há 500 anos atrás: um convento de freiras Franciscanas. A capela - mor da Igreja de Nossa Senhora da Conceição tem um magnífico sacrário de prata. Tem, também, um vasto tapete de azulejos do século XVIII.

Palácio de São Lourenço- localiza-se no centro histórico da cidade do Funchal. Constitui-se num conjunto monumental originalmente com a dupla função de fortificação e palácio, é um edifício de estilos manuelino e maneirista. Do monumento destacam-se os jardins, o Salão Nobre, a Sala Verde, e a Sala de Audiências.


Foto: wikipedia_Vitor Oliveira

Sé Catedral do Funchal - É um dos poucos edifícios que sobreviveram virtualmente intactos desde os tempos da colonização. Ordenada construir em 1514 pelo rei D. Manuel I, fica no coração do centro histórico. A igreja possui uma excepcional cruz processional em prata, oferecida por D. Manuel I, que é considerada uma das obras-primas da ourivesaria manuelina portuguesa.

Jardim Tropical Monte Palace - Situado no Monte o jardim, ocupa uma área de 70.000 m2 e alberga plantas exóticas oriundas de vários continentes. Foi concebido por José Berardo e inclui uma das mais importantes colecções de azulejos de Portugal. Os azulejos expostos no meio da vegetação tropical representam diversas eras e provêm de palácios, igrejas, capelas e casas privadas de todas as partes do país. O jardim foi também enriquecido com a introdução de peixes Koi nas lagoas existentes.


Foto: http://www.berardocollection.com


A partir de Santa Maria, é possível subir de teleférico até ao Monte (uma vila muito pitoresca e com uma grande área natural - onde é de visitar a Igreja e a Quinta Monte Palace, que inclui um museu e um jardim tropical) e depois descer de carrinho de cesto, experiência única a desfrutar na região.


 Fotos: Pessoal



■ Câmara de Lobos
O concelho foi criado em 1835 e a vila foi elevada à categoria de cidade a 2 de Agosto de 1996. Do património histórico da freguesia de Câmara de Lobos salienta-sela igreja de São Sebastião, as capelas, onde sobressai a de Nossa Senhora da Conceição e o antigo convento de São Bernardino. Neste concelho é produzido o universalmente famoso Vinho da Madeira. A melhor maneira de ver a configuração da sua caracteristica baía é subindo ao Pico da Torre.


Foto: Wikipedia_Zarco

■ Calheta
É limitada a noroeste pelo município do Porto Moniz, a nordeste por São Vicente e a oeste pela Ponta do Sol, sendo banhada pelo oceano Atlântico a sul e a oeste. Do seu património a não perder uma visita à Igreja Matriz do Espiríto e ao Farol da Ponta do Pargo.


Foto: Wikipedia_Don Amaro

■ Machico
Foi neste concelho que desembarcaram pela primeira vez os descobridores da Madeira, João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira, entre 1418 e 1420. O concelho recebeu foral em 1451 e foi-lhe outorgado em 1515 por D. Manuel I. O seu monumento mais importante é a Igreja Matriz, do século XV. A beleza da sua baía, conjugada com a profundeza do vale, fazem de Machico um autêntico hino à beleza e à natureza.


Foto: Wikipedia_Zarco

■ Ponta do Sol
O povoamento da Ponta do Sol ocorreu por volta de 1425, pouco tempo depois da descoberta da ilha, por colonos portugueses oriundos do Minho, da Beira Baixa, da Beira Alta e do Algarve. Tem paisagens magnificas e possuí uma vasta área florestal, de onde se destaca o planalto do Paúl da Serra. Este concelho regista um grande desenvolvimento cultural, económico e social, sendo uma localidade muito procurada pelo clima, pelo rico património e pelas belezas naturais.


Foto: Wikipedia_Paul Mannix

■ Porto Moniz
Situada na zona norte da Ilha da Madeira, é famosa pelas suas lindissimas piscinas naturais. Porto Moniz orgulha-se do seu património natural e arquitectónico, como a Igreja Matriz do século XVII, a Igreja de Santa Maria Madalena e o Forte de São João Baptista.



Foto: Pessoal

■ Ribeira Brava
A origem do nome deve-se à sua ribeira (a Ribeira Brava), que em épocas de chuvas apresentava um caudal muito forte, chegando a causar estragos ao longo do percurso. Possui um património cultural do qual fazem parte a Igreja Matriz, uma pequena fortificação, o Forte de São Bento da Ribeira Brava, o Museu Etnográfico da Madeira e um pequeno núcleo museológico, dedicado a arte sacra.


Foto: Wikipedia_Paul Mannix

■ Santana
Localiza-se na costa norte da Ilha da Madeira, é famosa pelas suas tradicionais casas triangulares de duas águas com tecto de colmo e sobre estruturas de madeiras (as palhaças), coloridas com as típicas cores madeirenses de branco, azul e vermelho. Situa-se a cerca de 312 metros de altitude, oferecendo uma vista panorâmica linidissima sobre a ilha e a costa atlântica, assim como vistas inesquecíveis sobre a Floresta Laurissilva, classificada pela UNESCO como Património Mundial Natural. Do seu património arquitectónico, destacam-se a Capela de Santo António, no lugar de Santo António, do século XVI, a Capela de Santa Ana (século XVII) e a Igreja Matriz de São Jorge.


Foto: http://bestfreehdwallpaper.com


■ São Vicente
O seu património cultural é particularmente rico, abrangendo importantes testemunhos de carácter arquitectónico, etnográfico e artístico, com particular destaque para a paisagem natural, cujo cenário é a espectacular Floresta Laurissilva. Em São Vicente, uma das visitas obrigatórias são as grutas e o Centro de Vulcanismo de São Vicente. Do seu património arquitetónico é de salientar a capela de São Vicente e a igreja matriz de São Vicente. A capela de São Vicente situa-se na foz de ribeira que atravessa a sede do concelho, tendo sido construída e escavada na rocha de basalto predominante na área em 1694. A igreja matriz de São Vicente, data a sua construção do início do século XVII.


Foto: Wikipedia_ Jongleur100

■ Santa Cruz
A povoação de Santa Cruz é uma das mais antigas de toda a ilha, datada dos inícios do século XV. O concelho foi criado em 26 de Junho de 1515, sendo elevada à categoria de cidade a 2 de Agosto de 1996. A nível do património arquitectónico, destacam-se a Igreja Matriz de Santa Cruz, mandada construir por D. Manuel I, o Edifício dos Paços do Concelho, a Capela de Nossa Senhora dos Remédios e a Capela de Nossa Senhora da Piedade, do fim do século XVII.


Foto: Wikipedia_ Koshelyev

Onde dormir:
A ilha conta com várias unidades hoteleiras, de turismo de habitação e de turismo rural, entre outros:

- Suite Hotel Eden Mar – Funchal - Excelentes piscinas, espaços exteriores com jardins lindos, uma vista deslumbrante, pessoal simpático e profissional e um ambiente acolhedor, adorei! 




Fotos: Pessoais


- Estalagem do Vale - S. Vicente
- Pestana Porto Santo Beach Resort & Spa – Porto Santo
- Hotel Four Views Oasis - Caniço de Baixo


Festas turisticas
O Carnaval, com um grande Cortejo Alegórico composto por 7-8 trupes regionais que desfilam ao longo das principais avenidas do Funchal, ao som e ritmo do samba, com muita cor e alegria.

A Festa da Flor, é o segundo maior cartaz turístico da região, um evento único mundialmente, ocorre na Primavera sendo composta de carros alegóricos que desfilam no centro do Funchal, perfumando o ar com uma multiplicidade de odores florais.

Foto: Gregorio Cunha.www.gregoriocunha.com

O Rali Vinho Madeira, decorre no fim de Julho e/ou princípio de Agosto e é uma das provas do Rali Nacional.

A Madeira é particularmente famosa pelo seu espectacular fogo-de-artifício no Ano Novo, classificado como um dos maiores espectáculo pirotécnico do mundo.



Vá visitar, Vale a pena admirar este paraíso de encanto e beleza no meio do Atlântico.

Fontes e Fotos: Wikipedia; http://www.madeira-web.com/; www.guiadacidade.pt/; http://www.madeirarural.com/; http://wikitravel.org/; http://www.madeira-live.com/pt/; http://www.montepalace.com/; Panoramio; http://bestfreehdwallpaper.com; http://santanamadeirabiosfera.com; http://www.berardocollection.com; fotos pessoais, outros




Sempre que viajamos seja física ou virtualmente (através por exemplo da leitura), alargamos os nossos horizontes, pois vamos conhecer novos locais, novos costumes, novas realidades e gentes. Aumentamos o nosso conhecimento e enriquecemos interiormente.