segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Divagar em Belém




A semana passada foi muito difícil para mim por diversos factores. Para aliviar um pouco antes de começar uma nova semana, fomos passar a manhã de domingo a Belém.




Começamos por ir comer os tradicionais pasteis de nata na casa "Pasteis de Belém", uma fábrica fundada em 1837. São uma delicia e uma tentação.







Após o pequeno almoço fomos passear e eis que em pleno passeio junto aos Jerónimos, se encontravam a descansar estes dois amigos.




Imprescindível uma nova visita ao Mosteiro dos Jerónimos.  Hoje apenas visitamos o Museu de Arqueológia pois a fila para ver a Igreja e os claustros era enorme, ficou para outra altura.




 



Visitar o Museu de Arqueológia é sentir e viver a história. Foi muito agradável e interessante, o Pedro adorou principalmente a exposição do Egipto. Terminada a visita, atravessamos a estrada e fomos até ao jardim que fica em frente ao Mosteiro.



 

 





Antes do almoço decidimos ir visitar o Jardim Tropical. É um espaço verde muito amplo e que outrora estava impecávelmente arranjado. Hoje encontrei-o um pouco abandonado, a necessitar claramente de obras e mais apoio, principalmente nos edifcios (estufas e outros) que se encontram muito degradados.












O Pedro fez um amiguinho ...




Estava na hora de terminar o nosso passeio.





Foi uma manhã muito agradável que deu para descansar um pouco o pensamento das preocupações que são mais do que muitas. 




Temos de tentar viver ao máximo cada bom momento que vai surgindo na nossa vida, e guardá-lo na nossa memória, para que essa boa lembrança, nos dê forças e ajude a ultrapassar as tempestades que por vezes se abatem sobre nós.


2 comentários:

  1. Precioso reportaje de una ciudad muy bonita.
    Saludos y abrazos

    ResponderEliminar
  2. Amiga Maria.
    Passei a minha infância em Belém, fui baptizada nos Jerónimos e comi imensos pastéis de nata :)

    Tenho tantas saudades.

    Obrigada por este momento.

    beijinho

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.