sexta-feira, 17 de maio de 2013

O jardim encantado de Bruno Torfs





As fotografias registam para a sempre instantes únicos da realidade, uma realidade que nunca mais será certamente a mesma.Hoje vamos divagar pela arte de Bruno Torfs.




Nascido na America do Sul, Bruno Torfs ainda jovem muda-se com os pais para a Europa. Anos mais tarde, já casado decidiu viajar e instalar-se na Austrália com a sua familia, para dar vida e forma a um sonho, o de criar um jardim especial, um jardim com esculturas executadas por si.


 


Em Melbourne encontrou o lugar perfeito, uma pequena aldeia vitoriana em Marysville. As belissimas florestas sub-alpinas dos arredores foram o cenário ideal para o plano de Bruno e, felizmente, a propriedade que ele comprou tinha anexada uma grande parte da floresta tropical. 






Num ambiente de floresta exuberante criou uma colecção de personagens feitas de argila completamente inesquecíveis.





O seu jardim foi aberto ao público após cinco meses de árduo trabalho, tendo começado apenas com 15 esculturas de terracota. 




Também na propriedade foi criada uma galeria que abrigava mais de 200 obras de arte, que incluíam pinturas a óleo, desenhos e outras esculturas mais pequenas. 






As esculturas de terracota encontravam-se disseminadas por todo o lado, fundindo-se na natureza. A exposição de Bruno ia sendo regularmente acrescentada com novas peças de arte. Mais de uma centena de figuras com diferentes formas desde crianças, animais fantásticos, fadas, duendes e outros seres incríveis que pareciam ter saído dos contos de fadas, povoavam o jardim. 






Este artista criou um mundo rico de fantasia e beleza derivado da sua perspicaz imaginação e inspirado pelas suas viagens a algumas intrépidas e remotas regiões do mundo.





Infelizmente, no dia 7 de Fevereiro de 2009 um incêndio florestal abateu-se sobre o seu município, o estado de Vitória na Austrália, o que causou a perda de muitas vidas, tendo as suas esculturas e milhares de casas ficado também reduzidas a pó.






O sonho tinha de começar novamente, com a ajuda de familiares e amigos limpou o terreno, replantou árvores, a natureza foi lentamente regenerando-se e o verde voltou. Conseguiu recuperar algumas das suas obras e com a força da sua perseverança, Bruno abriu novamente o seu jardim em Novembro de 2011, bem como a nova galeria. 





As obras de arte do escultor e pintor de Bruno Torfs continuam a trazer alegria e inspiração a quem se depara com elas. As suas esculturas misturam a técnica da cera com a utilização de material encontrado no próprio bosque como pedras, galhos, troncos caídos ou musgos, integrando-se assim plenamente no ambiente que as rodeia, como se dele fizem-se parte integrante desde o inicio.







A arte da fotografia aliou-se à arte de Bruno capturando a magia e beleza das suas obras para toda a eternidade. 




Para mais informações visite o seu site pessoal: Brun’s Art

Fontes e Fotos: http://www.brunosart.com/; http://thewondrous.com/; outros net




"Todas as artes contribuem para a maior de todas as artes, a arte de viver." (Bertold Brecht)

7 comentários:

  1. Olá, Maria. Boa noite! Amiga é mágico, encantador essa mistura de escultura com a natureza. Quanta sensibilidade e arte!! Amei. Obrigada por partilhar! Estava com saudades. Estava sem sinal de internete! Um grande abraço e todo carinho sempre. Beijinhos!

    ResponderEliminar
  2. Curioso nunca habia visto cosa tan semejante y bonita
    Saludos y abrazos

    ResponderEliminar
  3. Que engraçado! Parece um cenário de filme!!!

    ResponderEliminar
  4. Oi maria,
    O lugar é maravilhoso e esfriei quando vc falou que havia sido vítima de um incêndio. ainda bem que foi refeito.
    Tenha um ótimo final de semana!
    Bjs

    GOSTO DISTO!

    ResponderEliminar
  5. Um mundo encantando onde voltamos a ser crianças. Quem me dera o poder visitar pois fiquei deslumbrada com as imagens que a amiga nos proporcionou.

    beijinho
    Fê.

    ResponderEliminar
  6. Amiga Maria, comentei mas parece que se perdeu :(
    Mas não importa vou repetir fiquei encantada com este jardim encantado.
    Muito gostaria de o visitar.

    beijinho

    ResponderEliminar
  7. Fantastico, a sensibilidade do artista envolve a todos. Fiquei impressionada.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.