quarta-feira, 27 de agosto de 2014

JANELAS DE ITÁLIA - o final - Roma




Da minha visita a Itália mostrei as janelas que vi em MILÃO,   VERONA e VENEZA, FLORENÇA, SIENA e ASSIS.  Hoje vou terminar mostrando as JANELAS que vi em ROMA.




Fiquei pensando em como a vida se pode comparar a uma janela. Umas vezes as janelas estão abertas interligando-se com o mundo exterior, outras elas se fecham quebrando essa comunicação. Assim é na vida, à alturas em que tudo à nossa volta parece aliar-se para tornar os nossos dias bem dificeis, nada corre bem e no meio do nosso caos, vamos fechando as janelas do nosso coração para o exterior que tanto nos magoa, procurando um caminho apenas no nosso interior. Nessas alturas somos envolvidos completamente pelo silêncio tortuoso dos nossos pensamentos e medos.






Mas o nosso isolamento não pode, ou não deve ser permanente, chega uma altura em que devemos repensar a nossa atitude de solidão, pois se mantivermos fechadas as janelas do coração, com medo de sofrer, com medo dos infortúnios, com medo do amanhã, não estamos realmente a viver, estamos apenas a deixar passar os dias por nós, e se há dias de fortes tempestades, também há outros de sol, de luz e de primavera ...




... e então vamos lentamente ganhando forças e gradualmente começamos a abrir as janelas da esperança em dias melhores...









E um dia, conseguimos abrir completamente as janelas do nosso coração, deixando novamente entrar a brisa dos novos amanheceres e a luz da esperança do dia presente. Viver um dia de cada vez e o melhor possível é o meu lema atual.

Umas vezes abertas, outras fechadas as janelas são a forma de nos conectarmos com a vida que nos rodeia.









No equilibrio do fechar e abrir as janelas do nosso coração para a vida,  reside o segredo de bem viver, mas conseguir alcançar esse balanço nem sempre é fácil.


2 comentários:

  1. Sábias palavras! Lindas janelas!
    Para arejar o ambiente abrimos as janelas e deixamos o sol e o ar fresco entrar... devemos fazer o mesmo conosco e nos abrirmos para a vida...
    Beijo.
    Luciane

    ResponderEliminar
  2. Hoje é dia de visita ao teu blog, por tal motivo, venho desejar-te um fim de semana cheio de alegria e, ao mesmo tempo, acalentar-te no sentido de, continuares com as tuas belíssimas publicações, como é o caso em apreço.
    Um abraço com dá Algarve.
    UM RAIO DE LUZ E FEZ-SE LUZ
    António Manuel - Tómanel

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.