segunda-feira, 31 de março de 2014

Vila Viçosa



No inicio de Março fomos passar um fim de semana a Vila Viçosa.




Passamos também por Estremoz e Elvas, mas como gosto muito de colocar fotografias e para que o post não fique muito extenso, hoje falo apenas de Vila Viçosa. Esta vila, fica no Distrito de Évora, na região do Alentejo. Ficamos hospedados na Pousada de Vila Viçosa. Esta Pousada encontra-se no antigo Convento Real das Chagas de Cristo, mandado construir por D. Jaime, IV Duque de Bragança, no século XVI.






A Pousada encontra-se no antigo Convento Real das Chagas de Cristo, mandado construir por D. Jaime, IV Duque de Bragança, no século XVI.

 Interiores







Claustros e Jardim interior






A serenidade é uma constante. É um local muito agradável, com pessoal altamente simpático e profissional, boa comida, excelente quarto, enfim, um espaço com requinte e ótimo para quem queira descansar tranquilamente do stress do dia-a-dia.




Mesmo ao lado da Pousada também no Terreiro do Paço, fica o Paço Ducal de Vila Viçosa. Foi durante séculos a sede da Casa de Bragança, uma importante família nobre fundada no século XV, que se tornou na Casa Reinante em Portugal, quando em 1 de Dezembro de 1640 o 8º Duque de Bragança foi aclamado Rei de Portugal (D.João IV). O Palácio apresenta uma grande colecção de obras de arte (pintura, mobiliário, escultura, etc..). No centro da imensa praça encontra-se a estátua equestre de D. João IV.




Contornando o Terreiro, na Avenida Duque D. Jaime, encontra-se a Porta dos Nós.




Em frente ao Paço Ducal do outro lado da Praça está a Igreja dos Agostinhos. A Igreja foi fundada no século XIII e reformada nos séculos XVII e XVIII.




Dominando a Vila encontra-se o castelo.


 


No interior dos muros medievais






Dentro do castelo fica o Santuário de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, também conhecido por Solar da Padroeira, por nele se encontrar a imagem de Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Portugal. Esta igreja, é a Igreja Matriz de Vila Viçosa.





Vista da Vila a partir do castelo.





Saindo ...


 




Ainda junto ao castelo encontra-se o pelourinho de Vila Viçosa, construído no reinado de D. Manuel, tem cerca de 8 metros de altura, e é em mármore.




No inicio da Praça da República, está o busto de Florbela Espanca, grande poetisa que aqui nasceu em 8 de Dezembro de 1894.




Subindo ao longo da Praça da República, mais ou menos a meio, encontramos a  igreja da Misericordia e á sua frente, numa rotunda, está uma belissima fonte em mármore branco, com várias bicas.





Descansando um pouco .... e apreciando as laranjeiras ...





Continuando a subir encontramos o busto de Henrique Pousão, pintor também ele nascido nesa Vila em 1 de Janeiro de 1859. 




No topo da Praça da República está a Igreja de São Bartolomeu, que foi fundada em 1636.





Percorrendo as ruas e olhando para cima, podemos apreciar bonitas janelas .... e detalhes com arte ....






Gosto de ver candeiros em ferro trabalhado ....




Numa das voltinhas encontramos a Ermida de São João Baptista da Carrasqueira (séc. XVI) e uma linda escultura de uma pomba em marmore rosa.





O tempo foi pouco, e por isso não deu para apreciar completamente o que esta linda Vila tem para oferecer, mas o que vimos encantou-nos. Merece realmente uma visita.

Brevemente continuarei a minha "reportagem" sobre o fim de semana, falando um pouquinho de Estremoz e de Elvas.

Texto explicativo: Wikipedia
Fotos: Pessoais

sábado, 22 de março de 2014

O Jardim Botânico de Haute-Bretagne

O jardim botânico de Haute-Bretagne é uma propriedade privada, aberta ao público, com uma área de 25 hectares, localizada no departamento de Ille-et-Vilaine da Bretanha, perto da cidade medieval de Fougères em França.

O parque faz parte do espólio do "La Foltiere", onde fica o "Château de la Foltiere".


Foto: www.fans-de-bretagne.com_images_Foltiere

Foto:www.jardinbretagne.com

Foto: www.panoramio.com_BritPlom


Está localizado na aldeia de Le Châtellier (Ille-et-Vilaine), cerca de 10 quilômetros da cidade de Fougères, entre Rennes e do Mont Saint-Michel, perto da auto-estrada A84.


Foto: www.fans-de-bretagne.com_images_Foltiere

Foto: www.fans-de-bretagne.com_images_Foltiere

Foto: www.panoramio.com_Mickael Dole


"Foltiere", o nome da propriedade, significa "terra onde as árvores de faia crescem", a palavra "fou" ser antigo francês para "faia". O parque foi criado em 1847 em volta do Castelo de la Foltiere. Em 1820, a propriedade de "La Foltiere" foi comprada pela família Frontin des Buffards. Em 1847, a terra à volta do lago foi remodelada como um romântico jardim Inglês, com caminhos sinuosos que se seguiram ao terreno, e uma vista do gramado em frente da casa para a torre da igreja da aldeia.


Foto: www.panoramio.com_BritPlom

Foto: wikipedia_Foltiere

Foto: www.fans-de-bretagne.com_images_Foltiere


No meio do lindo jardim botânico, fica o castelo do Foltiere. Os proprietários desta belissima residência disponibilizam ao público em regime de hotelaria, alguns belos, confortáveis e espaçosos quartos. Com uma esplêndida vista sobre os jardins e numa maravilhosa envolvência é um lugar especial para passear e descansar.


Foto: wikipedia_Foltiere

Foto: www.fans-de-bretagne.com_images_Foltiere

Foto: www.panoramio.com


Divagando pelos seus jardins:
O parque botânico é composto por três partes:

  1. Os jardins Arcadia
  2.  Os Jardins Românticos
  3. Os Jardins do Crepúsculo

Foto: www.fans-de-bretagne.com_images_Foltiere

  • Os jardins Arcadia
- O caminho das pérolas brancas
Esta via é constituída por cinco compartimentos separados onde o jardineiro compôs cinco máximas, dando ênfase às qualidades que ele considera essenciais na composição de um jardim. Aqui foram plantadas espécies dos cinco continentes.


Foto: wikipedia_Calips


- O jardim das 1001 noites
Foi inspirado pelos jardins de água dos mouros. Um canal com fontes atravessa o jardim. No outro extremo estão três ciprestes e de ambos os lados vegetação luxuriante incluindo jasmim, rosas de damasco e daphnes. 


Foto: www.jardin-garden.com

Foto:wikipedia_Calips

- A cidade da antiguidade
Evoca uma viagem ao redor do Mediterrâneo. Um sítio arqueológico é representado por três quadrantes centrais alinhadas em ambos os lados por fileiras de árvores de zimbro e colunas cobertas com rosas. O quarto quadrante manteve a sua função original de uma horta. E, como um friso, para melhorar uma paisagem dominada de verde, canteiros de plantas perenes resistentes cercam a cidade antiga.


Foto: www.jardinbretagne.com


- A cidade de Knossos
Encontra-se de costas para as paredes da cidade da Antiguidade. O labirinto é composto por uma coleção de 480 variedades de Camellia. A variedade « sinesis » ou flores « chá chinês » de meados de setembro. Em seguida vem o « Camellia Sansanqua » no início de outubro e , em seguida, o « Camellia japonica » . Março é o melhor momento para descobrir toda a gama. No final do labirinto um minotauro aguarda as crianças .


- O Bosque de bambu
Um labirinto de bambus que dá para uma lagoa plantada com lótus ( que florescem no final do verão) e no meio dos quais são três pirâmides cobertas com bambus em miniatura. Cinqüenta variedades coexistem : anões , gigantes e meios capazes de montar mais de 10 metros e crescer por pelo menos dois metros por dia no calor do início do verão .


Foto: wikipedia_Foltiere

Foto: www.fans-de-bretagne.com_images_5_Foltiere


- O caminho das Rosas Antigas
No centro do parque, o jardim é inspirado por ideais humanistas do Renascimento italiano, voltou ao "giardino segreto" gabinete verde herdado da tradição medieval. É composto por dois terraços com vista para uma escadaria dupla. Este jardim Relata a história a partir do primeiro roseiras conhecidos na Antiguidade até os que estão no início do século 20 ... Misterioso e complicado hibridizações . Uma história ilustrada pela graça natural destes arbustos , a beleza das suas flores e o seu perfume delicado.

- Jardim de Dionísio
Aqui se encontra uma combinação de arbustos e plantas perenes.

- O jardim secreto
O acesso ao jardim secreto que é através de uma escadaria impressionante e ornamentado, é inspirado no ideal humanista do Renascimento italiano. Reaviva o « Secret Garden » , conceito salão vegetal herdados da tradição medieval .


Foto: www.panoramio.com_BritPlom


- o labirinto Robinson
Um local onde as crianças adoram ficar perdidos num mar de verdura.

- O jardim da Olympus
Quatro círculos evocam os doze deuses e deusas do Olimpo e as filhas de Zeus : as doze horas, as nove Musas e as Três Graças . Em frente um monte Olimpo pode ver a caixa que Zeus deu a Pandora.


Foto: wikipedia_Foltiere


- O jardim pré-histórico
Este jardim é uma evocação da flora existente durante o período Cretáceo mais de 100 milhões de anos atrás e antes de os dinossauros desapareceram. Ele explica a evolução da vida vegetal.


Foto:wikipedia_Foltiere


  • Os Jardins românticos
A segunda parte representa maturidade e plenitude - construção da casa senhorial e desenvolvimento e aperfeiçoamento dos jardins. Aqui está uma paisagem jardim romântico , onde os sonhos e exotismo fazem parte da vida quotidiana.


Foto: www.voyageurs-du-net.com


O jardim do Sol Nascente
Uma combinação suave de mineral , aquático e vegetal. Nesta localidade , embalado pela música de uma cachoeira, só beleza abstrata conta - a de plantas e pedras . As árvores são obras de arte , constantemente mudando de forma pela poda. Três aspectos de jardins tradicionais japoneses são evocadas aqui: - o jardim de passeio, o jardim zen e do jardim de chá.


Foto:www.jardinbretagne.com

Foto: www.fans-de-bretagne.com_images_Foltiere


As inundações luz da manhã deste jardim é uma combinação doce de mineral , aquático e na planta. Ele menciona três aspectos da arte de jardinagem no Japão.

O primeiro jardim é a expressão figurativa da natureza sagrada , reprodução em miniatura do universo, as árvores e arbustos são podadas em nuvens eo chão está coberto de musgo, as pedras têm tanta importância como as plantas .


Foto: wikipedia_Foltiere


Em segundo lugar, jardim seco , expressão refinada do pensamento " Zen " é o jardim arquetípica da contemplação , as flores estão ausentes para não distrair a mente , uma ilha do arquipélago das pedras dispostas simboliza o sol nascente.


Foto: www.voyageurs-du-net.com


O terceiro , o jardim de chá tradicional, ocupa o espaço que circunda o pavilhão reservado para a cerimônia do chá, na entrada, uma bacia ritual ( tsukubai ) ajuda a purificar as mãos perto de uma hortênsia serrata " Oamacha " tem a distinção de servir infusão durante o aniversário do nascimento de Buda ( 8 de abril). Este jardim é cercado pelo som de uma cachoeira. A cachoeira alimenta um fluxo gerado por uma ponte vermelha . Uma passagem em calçada de pedra leva até um grande lanterna de granito.


Foto: wikipedia_Foltiere

- O bosque " Decisif "
Um retiro solitário.

- O jardim de fragrâncias exóticas
Onde espécies de lugares distantes podem ser encontrados .

- O jardim da Fonte azul
Sob a folhagem de eucalipto, azul céu, rodeado de tufos de hortênsias com flores azuis intensos, vamos dar uma primeira cascata. Abre-se para uma lagoa do jardim. Ela é pontilhada com pedras de granito e composta de plantas perenes em vários tons de azul. Tufos de Agapanthus, Delphiniums, The Veronicas, sálvia, asters e buglosses relatado China estão definidas na borda da bacia. este jardim é composto unicamente de flores azuis , mas com uma variedade infinita de tons - símbolo do amor eterno .


Foto: wikipedia_Foltiere


- Cova dos carnívoros
Esta área pantanosa  é habitado por plantas fascinantes que se alimentam de insectos.

- O jardim das quatro estações
Está situado em frente à mansão . Há quatro canteiros de flores, um para cada estação . Inverno é simbolizado por plantações com flores brancas e mármore branco folhagens, primavera é representada por flores pastel, rosa e azul, o verão, rosas flor de rosas selvagens em cores brilhantes, outono , com ouro e roxo.

- O caminho das rosa modernas
Silencioso e fácil de chegar ao castelo do jardim da cidade antiga a pé, a entrada é forrado com rosas modernas encantos alguns penetrante perfumada e repita floridas.


Foto: wikipedia


  • Os Jardins do Crepúsculo
A terceira parte oferece uma composição intemporal que representa o desenvolvimento do jardim , a velhice eo crepúsculo da vida.




- O jardim dos sonhos de uma noite de verão
Três caixas exibir coleções de Agapanthes , crocosmias , echinaceas e peônias plantadas em pequenas caixas quadradas .


Foto: www.voyageurs-du-net.com


- O altar da harmonia à noite
contém uma coleção de montanha louro e « moschata » rosas. A tetraplyon central, oferece vista para os jardins adjacentes.

- O jardim das noites estreladas
Este jardim está escondido na clareira do « pequeno bosque de confidências » . Aqui as plantas têm folhas pretas e delicadas pétalas amarelas . Este jardim tornou-se o santuário de coleções, especialmente rododendros e camélias.


Foto: wikipedia_Foltiere


- O jardim da lua Vermelha
Peônias e arbustos com folhas que rubor escarlate no Outono podem ser encontrados neste jardim .

- O jardim do pôr do sol
espelho da fachada norte do castelo, este jardim beneficia os últimos raios de luz antes de o sol se põe . Contrasta com outros ambientes do parque pelo seu desenho geométrico "francês". Rodeado por uma sebe de teixo, um esmalte terraço formando um arco é plantada com plantas floridas para amarelo intenso: muitas rosas, azáleas e rododendros decíduos anão, Alstroemeria, daylilies e coreopsis up Paleta principais espécies. Um canteiro de flores curvo contém plantas que florescem um amarelo vivo .


Foto: wikipedia_Foltiere


- O jardim do velho carvalho
que é dominada pela presença de uma árvore de carvalho 300 anos de idade.

O jardim botânico de Haute-Bretagne é um local deslumbrante embalado pelo som de águas correntes, cheio de côr e de aromas, um lugar encantador.

Para saber mais sobre este lindo jardim visite o Site Oficial: Le Parc Botanique de Haute Bretagne

Fontes e Fotos: Wikipedia; www.jardinbretagne.com; www.jardin-garden.com; www.deco.fr; www.panoramio.com; www.fans-de-bretagne.com; www.voyageurs-du-net.com; www.fans-de-bretagne.com_images_5_Foltiere; outros net


* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.

Foto: wikipedia_Foltiere


Não podendo conhecer ao "vivo" todos os incriveis locais do nosso planeta, podemos sempre viajar através de fotografias e de texto. A net é o meu meio de alargar os horizontes, de conhecer sitios muitas vezes longínquos, outras bem mais pertinho, mas sempre locais com uma beleza muito especial e própria que encantam o olhar e ajudam a aliviar a alma das agruras que por vezes me atormentam. O meu sincero OBRIGADO a todos os fotografos que permitem a todos nós divagar.