domingo, 25 de maio de 2014

VIAGEM A ITÁLIA - PÁDUA



Na minha viagem por Itália já mostrei MILÃO e VERONA, a nossa paragem seguinte foi PÁDUA. A visita foi curtinha mas aqui deixo o que vi. Pádua, localiza-se na região do Vêneto e é conhecida internacionalmente por ser a cidade onde Santo António (também conhecido como Santo António de Lisboa - cidade onde nasceu em 1195) passou parte da sua vida e faleceu em 1231. A data da sua morte, 13 de junho, é festejada pelos paduanos como a festa del Santo.





Paramos perto da Piazza of Prato della Valle, a maior praça da Europa com 90.000 metros quadrados, está rodeada por 78 estátuas que retratam cidadãos famosos.








Seguindo na direção da Basílica de Santo Antonio de Pádua










Paragem para visitar a Basílica de Santo Antonio de Pádua. Esta igreja começou a ser construída entre 1234 e 1238, pouco após a morte de Santo António de Pádua. No seu interior, na Capela do Tesouro, encontram-se expostas as Relíquias de Santo Antonio ( a língua e as cordas vocais ).




A minha máquina fotografica não tira bem fotografias nos interiores, normalmente não ficam bem, principalmente em ambientes mais escuros, pelo que deixo apenas fotos do exterior. Gostei muito dos Pátios interiores.






E quase na altura de partir o Pedro ficou encantado com o "carrinho" branco ...



Próxima paragem VENEZA.


quarta-feira, 21 de maio de 2014

Divagando pela Arte e beleza de ESCADAS do mundo



Escadas de Moraga em S. Francisco, EUA
Obra da ceramista Aileen Barr e a artista de mosaico Colette Crutcher uniram forças, trabalhando com mais de 300 voluntários da comunidade durante mais de dois anos até que apresentarem o projeto em agosto de 2005. Tem mais de 2.000 azulejos artesanais, 75.000 fragmentos de azulejos e um total de 163 painéis de mosaicos diferentes, criados, um para cada etapa da elevação.


Foto: www.mymodernmet.com

Foto: email recebido



Escadas em San Juan Gaztelugatxe em Bermeo, Costa de Biscaia, Espanha
Para se visitar San Juan de Gaztelugatxe, um ilhéu que se encontra ligado ao continente por uma estreita língua de terra, tem de se ir a pé tendo de se subir uma longa escadaria de cerca de 231 degraus.


Foto: www.wikimapia.com



Escadas de Selaron Rio de Janeiro, Brasil
Escadaria do Convento de Santa Teresa, também conhecida como Escadaria Selarón, uma obra do artista chileno Jorge Selarón. A escada tem 215 degraus e 125 metros e tem mais de 2 mil azulejos, provenientes de 82 países.


Foto: wikipedia_DonMatas


Escadas do Museu de Arte da Filadélfia, USA 
O Museu de Arte da Filadélfia, foi criado em 1876 e hoje é um dos maiores e mais importantes museus dos Estados Unidos. É conhecido localmente como o The Art Museum e sua coleção abriga mais de 225.000 objetos. Todos os anos, o museu apresenta 15 a 20 mostras especiais e é visitado por cerca de 800000 pessoas. Algumas das maiores e mais famosas mostras, que atraíram centenas de milhares de pessoas de todo o país e de outros lugares do mundo, incluíram as de Paul Cézanne (em 1996, atraindo 548000 pessoas) e de Salvador Dalí (em 2005, atraindo 370000 pessoas).


Foto: photovide.com


Escadas de Guatapé, Colômbia
El Peñón de Guatapé, tem uma escadaria de quase 700 degraus construída em cimento e que permite o acesso ao topo da rocha a 2100 metros acima do nível do mar.


Foto: email recebido


Rainbow Staircase, Wuppertal,  Alemanha
As Escadas Coloridas Holsteiner em Wuppertal são uma obra do artista Horst Gläsker, que para além de as pintar escreveu sobre os 112 degraus, palavras relacionadas com as relações humanas como terror, amor, acusação,confiança, desespero, esperança, vingança, beijo...


Foto: email recebido



Escadas do Poço Iniciático da Quinta da Regaleira, Sintra, Portugal
Monumental escadaria em espiral, com nove patamares que se vão descendo de quinze em quinze degraus, num percurso iniciático de descida até cerca de 27 metros nas profundezas da terra.



Foto: Pessoal


Escadas de Tianmen Shan, China
Localizada no monte Tianmen a sul da cidade de Zhangjiajie, esta incrível escada de 999 degraus, formada em 263AD como o resultado de um evento geológico maciço, tem recantos fascinantes levando a uma porta para o céu. 


Foto: wikipedia_Huangdan2060


Escadas de Schlossberg, Graz, Áustria 
Implantadas no rochedo de Schlossberg Hill e conduzindo até à Torre do Relógio, estas impressionantes escadas em zig-zag, com 260 degraus, permitem aos visitantes usufruirem de uma extraordinária vista de Graz e da área circundante.


Foto: www.interestingworld.org


Escadas de Gardens of Cosmic Speculation, Dumfries, Escócia
A escadaria é uma estrutura extraordinaria subindo de uma grande lagoa terminando num pavilhão. Embora os jardins sejam privados, abrem ao público uma vez por ano. Esta belissima escadaria chamada The Universe Cascade (a Cascata do Universo) tem 25 etapas que representam a evolução do universo ao longo de bilhões de anos. 


Foto: news.buzzbuzzhome.com


Fontes e Fotos: Wikipedia; email recebido; photovide.com; www.wikimapia.com; www.mymodernmet.com; www.interestingworld.org; news.buzzbuzzhome.com; outros net

domingo, 18 de maio de 2014

VIAGEM A ITÁLIA - VERONA




Na minha viagem por Itália já mostrei MILÃO, hoje vou apresentar o que vi em VERONA. Cidade declarada património da humanidade pela UNESCO é também famosa por ter sido o palco da trágica história de amor entre Romeu e Julieta, imortalizada por Willian Shakespeare.






Parámos na Piazza Bra





Ao fundo destaca-se o Portoni della Bra.




Os edicios são muito coloridos encontrando-se da parte de baixo vários restaurantes. Num deles uma homenagem à celebre frase de Garibaldi " Roma ou Morte"







Em frente dos edificios encontra-se um pequeno jardim com o Monumento de Victor Emmanuel II.






no lado oposto do Portoni della Bra está a Arena Romana, um dos símbolos da cidade.




Entrámos na Via Mazzini


 


 Fomos até à Piazza delle Erbe


 





A próxima paragem foi na Piazza dei Signori, no centro encontra-se a estátua do poeta italiano autor da Divina Comédia, Dante Alighier.





A linda Torre Medieval dei Lamberti




Subindo os 368 degraus


A vista  lá do alto





Cá em baixo estava a preparar-se a recreação de uma "feira medieval"




Um dos pontos a não perder é uma visita ao suposto pátio onde se encontra o balcão de Julieta. Depois de atravessar um pequeno corredor chega-se ao pátio e ao famoso balcão. Diz a lenda que terá sorte no amor quem por ali passe e deixe uma mensagem de amor na parede. 







passeando








A minha próxima paragem seria PÁDUA.