domingo, 28 de setembro de 2014

Divagar pelos Jardins e Castelo de Breteuil

Localizados em Choisel (departamento francês de Yvelines), no vale de Chevreuse, 35 km ao sul de Paris, os jardins do castelo de Breteuil foram listados pelo Ministério da Cultura francês como "Jardins Notáveis ".

Foto: wikipedia_Jebulon

Foto: www.breteuil.fr  

Foto: Wikipedia_www.breteuil.fr   


Breteuil foi construído sobre um promontório e domina o Parque Natural do Vallée de Chevreuse em França, tendo sido objecto de melhorias contínuas desde à 400 anos.


Foto: www.skyscrapercity.com


O magnífico parque, que abrange 75 hectares, pode ser redescoberto como a mudança das estações : alguns visitantes encontrarão espécimes botânicos interessantes , outros um labirinto e área de jogo , mas todos vão certamente encontrar um lugar esplêndido para relaxar.


Foto: wikipedia_Lionel+Allorge


O jardim francês está localizado em ambos os lados do castelo, formando um magnífico pano de fundo. Este jardim deve muito a Henri de Breteuil , avô do actual Marquês de Breteuil que , 1897-1903 , com a ajuda dos arquitetos paisagistas franceses Henri e Achille Duchene , redesenhou os jardins para fornecer ao “Château” um cenário majestoso. Aqui se encontra um belo lago ornamental chamado " Espelho de Água ", que forma um magnífico pano de fundo para o castelo.


Foto: Wikipedia_www.breteuil.fr      


Estes jardins são delimitados por um parque de estilo Inglês, dispostas numa das encostas da Vallée de Chevreuse. O jardim de estilo Inglês é também designado de “Jardim dos Príncipes”, como homenagem à amizade entre a família Breteuil e a família real britânica .


Foto: wikipedia_Lionel+Allorge


A restauração do “Princes Gardens” começou em 1991 sob a liderança de Séverine de Breteuil com o mestre paisagistico René Pechere e o arquiteto-chefe Jean Claude Rochette. O jardim inclui plantas perenes, peônias, cerejeiras e arbustos de todos os tipos.


Foto: www.trekearth.com_Copyright_cedric+DEVARENNE


O Labirinto, realizado em 2000, está situado sob o terraço do laranjal, ficando atrás do “colombier médiéval” (pombal medieval) e veio substituir um outro antigo labirinto. Foi Claude-Stanislas de Breteuil (1730-1783), que iniciou a criação deste bosque quimérico feito entre 1772 e março de 1773.


Foto: www.breteuil.fr


Uma visita a Breteuil significa também visitar o castelo e descobrir as suas obras de arte e a sua história , que é trazida à vida através das 50 figuras de cera do Museu Grévin . O castelo está aberto ao público desde 1967. As coleções incluem pinturas Royal Castle e móveis do século XVIII.


Foto: wikipedia_Jebulon


Na primavera é uma explosão de aromas e côr. Tudo floresce, as tulipas, dálias, árvores de fruto, os tufos de rododendros, tapetes de ciclâmes selvagens bem como as árvores marcantes que pontuam o " Caminho das Árvores Notáveis”. É de salientar dessas Árvores Notáveis os cedros do Líbano plantados nos tempos da rainha Marie-Antoinette ( século XVIII ) , árvores de carvalho Tricentenário , castanheiros plantados nos tempos do rei Henrique IV ( início do século XVII ) , Cipreste , choupos e muitos outros tipos de árvores. Aqui os amantes da natureza podem desfrutar da paz e beleza do lugar .


Foto: www.breteuil.fr

Foto: www.breteuil.fr


Um local especial para passear ou simplesmente relaxar, Breteuil é uma ilustração de quatro séculos de história dos jardins em França, tornando-se um processo mágico de descoberta e encanto.
 
Para conhecer um pouco mais sobre este local magnifco poderá visitar o seu site oficial: “Château de Breteuil


Foto: www.breteuil.fr


Fontes e Fotos: Wikipedia; http://www.francemostbeautifulgarden.com; http://www.breteuil.fr/; outros net; http://www.vallee-de-chevreuse.com; http://www.lesplusbeauxjardinsdefrance.com/;

domingo, 21 de setembro de 2014

Taman Negara National Park


Taman Negara National Park é o maior parque nacional da península da Malásia. É famoso pelas suas florestas, aves e insetos.


Foto: www.trekeart.com_Arne Uusjarv


O Parque foi criado nas montanhas Titiwangsa, na Malásia, em 1938/1939 tendo nessa altura a designação de Parque Nacional do Rei George V. Foi renomeado para Taman Negara, após a independência, o que significa, literalmente, "parque nacional" em malaio.


Foto: www.indcen.se


Taman Negara tem uma área total de 4,343 km ² e tem a reputação da mais antiga floresta tropical do mundo, estimada em mais de 130 milhões de anos. A flora e fauna evoluiram naturalmente ao longo de centenas de milhões de anos sem qualquer interrupção ou grandes calamidades.


Foto: wikipedia_Jacek Nowak


O Parque abrange três estados, Pahang, Terengganu e Kelantan, cada um com a sua própria legislação. A promulgação Taman Negara (Pahang) n º 2 de 1939 é aplicada no estado de Pahang, a promulgação Taman Negara (Kelantan) n º 14 de 1938, no estado de Kelantan ea promulgação Taman Negara (Terengganu) n º 6 de 1939 no estado de Terengganu. Os decretos têm conteúdos semelhantes. Taman Negara Pahang é o maior com 2,477 km ², seguido de Taman Negara Kelantan com 1,043 km ² e Taman Negara Terengganu com853 km ².


Foto: wikipedia_Vladimir Yu


Gunung Tahan é a montanha mais alta da Malásia Peninsular, atingindo 2187 m de altitude, sendo um destino de montanhistas muito popular.


Foto: wikipedia_AShaiful AzmanBin Abdul& Rahim Kem


O parque tem uma rica e diversificada fauna e flora, havendo várias atrações geológicas e biológicas. É um destino de ecoturismo famoso na Malásia.


Foto: www.tamannegarapahang.com


É a casa de alguns mamíferos raros, como o Tigre da Malásia, Rinoceronte da Sumatra, Malayan Gaur e o elefante asiático. Aqui se encontram também aves espectaculares, como a Grande Argus (uma especie de faisão), e o raro Malayan peacock-pheasant (Malayan Pavão-faisão), é um paraíso para observadores de pássaros. Cerca de 300 espécies de aves foram registradas no Parque.


Foto: wikipedia_Sakurai

Foto: wikipedia_SandyCole

Foto: www.animalphotos.me

Foto: www.birdtourmalaysia.com


Um ponto famoso para nadar em água limpa e fresca é Lata Berkoh a cerca de 8,5 km de caminhada pela selva de Kuala Tahan. O rio tem água rasa mas rápida sendo conveniente ter cuidado com as correntes fortes e não ficar muito longe do banco. A profundidade é inferior a um metro, sendo características as quedas de água e os rápidos.


Foto: www.tamannegarapahang.com

Foto: www.trekeart.com_Chee Wei Low &cheewei


Para apreciar a exuberante paisagem vista do rio o ideal é um passeio de barco.

Foto: www.trekeart.com_Achim Fried e John_F_Kennedy


O Kelah Fish Sanctuary foi criado pelo Departamento de Vida Selvagem como parte do programa de pesquisa e conservação do peixe Kelah, também conhecido como Malásia Mahseer.


Foto: www.tamannegarapahang.com


Foto: www.tamannegarapahang.com   

Canopy Walk - Taman Negara é famosa pela maior ponte suspensa da Malásia e do mundo, com 530 metros. A ponte atravessa a floresta por cima da copa das árvores a uma altura entre de 25m-40 m. Uma forma extraordinária de ver a fauna e flora.


Foto: wikipedia_RoB


Para os mais aventureiros uma das atrações possiveis são as caminhadas pela selva, que podem ter diferentes durações.


Foto: wikipedia_RoB

Foto: wikipedia_Jacek+Nowak-Malezja


Quanto ao clima, a estação seca vai de fevereiro a setembro e é a melhor época para visitar o parque.


Foto: www.Flickr_Tim Melling


Todos os visitantes do parque devem obter autorização do Departamento de Vida Selvagem e Parques Nacionais. As autorizações de entrada do parque podem ser adquiridas no momento da chegada, na sede do parque, na aldeia do parque, Kuala Tahan.


Foto: www.trekeart.com_Laetitia Buczaczer

Foto: Kenyir


Fontes e Fotos: Wikipedia; http://www.tamannegara.org/; http://www.tamannegara.asia/bukit-teresek/; http://www.tamannegarapahang.com; http://www.animalphotos.me; http://www.panoramio.com/photo/72758319; http://www.birdtourmalaysia.com; www.indcen.se; https://www.flickr.com/photos/timmelling/5235703366/; outros net

Não podendo conhecer ao "vivo" todos os incriveis locais do nosso planeta, podemos sempre viajar através de fotografias e de texto. A net é o meu meio de alargar os horizontes, de conhecer sitios muitas vezes longínquos, outras bem mais pertinho, mas sempre locais com uma beleza muito especial e própria que encantam o olhar e ajudam a aliviar a alma das agruras que por vezes me atormentam. O meu sincero OBRIGADO a todos os FOTOGRAFOS que permitem a todos nós divagar.


sábado, 6 de setembro de 2014

Divagar por Central Park




O Central Park é um vasto parque público no centro de Manhattan, em Nova York nos EUA.


Foto: www.fanpop.com


O parque aberto inicialmente em 1857, em 778 hectares (315 ha) de terras de propriedade do município (que é de 840 hectares hoje). Em 1858, Frederick Law Olmsted e Calvert Vaux foram os vencedores do concurso de design "Greensward Plan" para melhoria e expansão do parque. A construção começou no mesmo ano, continuou durante a Guerra Civil Americana, e foi concluída em 1873. Central Park é o parque urbano mais visitado nos Estados Unidos.

Foto: www.themarkhotel.com

Foto: wikipedia

Foto: wikipedia_Francisco Diez


Possui uma área de 3,4 km² (341 hectares). Embora o parque pareça natural, ele é, na verdade, ajardinado quase inteiramente e contém diversos lagos artificiais, trilhas para caminhadas, duas pistas de patinagem no gelo, e campos diversos.

Foto: wikipedia_Kcpwiki
 
Foto: fanpop.com

Foto: wikipedia_Ingfbruno


Considerado pelo Guiness Book o lado verde de New York, o parque foi projetado para dar um clima aconchegante a cidade e esquecer os arranhas-céus espalhados por todos os lugares.

Foto: www.hdwpapers.com2

Foto: wikipedia_Ingfbruno


É atualmente gerido pelo Central Park Conservancy sob contrato com a prefeitura da cidade. O Central Park Conservancy é uma organização sem fins lucrativos que contribui com 83,5% da verba anual do parque (que totalizam 37,5 milhões de dólares por ano) e emprega 80,7% da equipa de manutenção do parque.

Foto: desktopnexus.com

Foto: wikipedia_CityFeedback

Foto: wikipedia_Ingfbruno


O Central Park é limitado, ao norte, pela West 110th Street, ao sul pela West 59th Street, ao oeste pela Eighth Avenue. Ao longo das margens do parque, essas ruas são conhecidas como Central Park North, Central Park South, e Central Park West respectivamente.


Foto: www.desktopwallpapers4.me

Foto: www.desktopwallpapers4.me


Uma grande área de mata natural, e um anfiteatro ao ar livre, o Teatro Delacorte, que hospeda o "Shakespeare in the Park" festivais de verão. Atrações interiores incluem, o Swedish Cottage Marionette Theatre, e histórico Carrossel ou ainda o Castelo Belvedere.


Foto: wikipedia_Stig


Além disso, existem sete grandes áres relvadas, os "prados", e muitas áreas gramadas menores; alguns deles são usados para desportos informais ou de equipa e outros são locais mais reservados e tranquilos.

Foto: wikipedia_Ingfbruno

Foto: pichost.me


Foto: wikipedia_Ingfbruno


O Central Park, é o lar de mais de 25.000 árvores.

Foto:wikipedia_Alex


O parque é frequentado por várias espécies migratórias de aves durante a sua migração da Primavera e Outono na rota migratória atlântica. Mais de um quarto de todas as espécies de aves que ocorrem nos Estados Unidos têm sido vistas no Central Park. Uma dessas espécies é o gavião de cauda vermelha.

Foto: wikipedia_Philip N.


Nos mamíferos é de salientar:
- Raccoon (Procyon lotor) - o guaxinim (Procyon Procyon): nocturnos, eles são moradores das árvores, descendo à noite até ao nível do solo para alimentar-se.

Foto: www.1ms.net


- Eastern Chipmunk (Tamias striatus) - o esquilo cinzento Oriental, ou esquilo cinzento (Sciurus carolinensis), é um esquilo de árvore do gênero Sciurus nativo do leste e meio-oeste dos Estados Unidos.

Foto: wikipedia_Gilles Gonthier


- Virginia Opossum (Didelphis virginiana) - Virginia gambá (Didelphis virginiana): um marsupial noturno que repousa nas árvores durante o dia e procura por comida no chão à noite.

Foto: wikipedia_Cody Pope


Arte em Esculturas
Existem um total de vinte e nove esculturas de escultores como Augustus Saint-Gaudens, John Quincy Adams Ward, e Emma Stebbins. Foram erguidas ao longo dos anos e a maior parte foram doadas por pessoas ou organizações. Grande parte da primeira estatuária colocado foi de autores e poetas, numa área hoje conhecida como Literary Walk.

Foto: wikipedia_Kent


Algumas das esculturasa a assinalar são:

"Angel of the Waters" - localizada no Bethesda Terrace obra da escultora Emma Stebbins (1873).

Foto: wikipedia_Ingfbruno


A escultura de bronze de William Shakespeare -  foi erguida com fundos angariados a partir de uma apresentação beneficente de Shakespeare em 25 de Novembro de 1864.

Foto:wikipedia_Ahodges7


Estátua de Hans Christian Andersen - famoso escritor de conto de fadas dinamarquês, a sua obra mais notável é "O Patinho Feio". A sua estátua apresenta-o sentado e lendo para um pato perdido. Foi construída pelo escultor J. Georg Lober, 1956, com  contribuições de estudantes dinamarqueses e americanos.

Foto: wikipedia_Dismas


Duke Ellington - criado pelo escultor Robert Graham foi dedicado em 1997, perto da Quinta Avenida e 110th Street.

Foto: wikipedia_Jim Enderson


Cleopatra's Needle - Agulha de Cleópatra, é um obelisco de granito vermelho. O "Agulha de Cleópatra" no Central Park é uma das três existente, há também uma em Paris e outra em Londres. Cada obelisco tem aproximadamente 68-69 metros de altura e pesam cerca de 180 toneladas. Foi erguido numa cerimônia oficial em 22 de janeiro de 1881.

Foto: wikipedia_Ingfbruno


Bethesda Terrace
Um dos muitos locais encantadores é o Bethesda Terrace. Está construído em dois níveis, unidos por duas grandes escadarias e uma menor que passa sob Terrace Drive para fornecer a passagem para o sul até o coreto Elkan Naumburg e The Mall, de que este é o ponto culminante de arquitetura, o conjunto de peças de teatro no centro da o parque. O terraço superior flanqueia a 72nd Street Cross Drive e o terraço inferior oferece um pódio para a visualização do Lago.

Foto: wikipedia_Ingfbruno

Foto:wikipedia_Aurelien Guichard

Foto:
 
Foto: wikipedia_Francisco Diez


A fonte Bethesda é a característica central no nível mais baixo do terraço, construída em 1859-1864, está dentro de duas balaustradas elípticas. A piscina é centrada por uma escultura da fonte projetada por Emma Stebbins em 1868 e foi inaugurada em 1873. A estátua em bronze de oito metros de altura, representa um anjo (mulher) alado.

Foto:wikipedia_Ahodges7


Também chamado de o anjo das águas, a estátua refere-se ao Evangelho de João, capítulo 5, onde há uma descrição de um anjo abençoando a Tanque de Betesda, dando-lhe poderes de cura. A base da fonte foi projetada pelo arquiteto Calvert Vaux, com detalhes esculturais, de Jacob Wrey Mould.

Foto: wikipedia_Dan4th Nicholas

Mesmo no inverno o Central Park, tem uma beleza e encanto muito especiais.


Foto: www.hdwpapers.com

Foto: www.wakpaper.com

Foto:pichost.me

Foto: wikipedia_RobertPaulYoug


É um lugar maravilhoso onde as pessoas podem passear, correr, jogar com os amigos, andar de bicicleta, brincar com as crianças, ou apenas descansar. No meio da cidade esta “onda” de verde da natureza, permite diminuir o stress e aliviar o ritmo frenético de New York.

Pode conhecer um pouco mais visitando o site oficial deste belissimo Parque : Central Park

Fontes e Fotos: Wikipedia; www.centralpark.com; www.fanpop.com; www.gdefon.com; pichost.me; www.themarkhotel.com; www.wakpaper.com; www.desktopwallpapers4.me; www.1ms.net; www.hdwpapers.com2; outros net


Foto: www.gdefon.com


Não podendo conhecer ao "vivo" todos os incriveis locais do nosso planeta, podemos sempre viajar através de fotografias e de texto. A net é o meu meio de alargar os horizontes, de conhecer sitios muitas vezes longínquos, outras bem mais pertinho, mas sempre locais com uma beleza muito especial e própria que encantam o olhar e ajudam a aliviar a alma das agruras que por vezes me atormentam. O meu sincero OBRIGADO a todos os fotografos que permitem a todos nós divagar.