quinta-feira, 26 de maio de 2016

VICHY III - SOURCE DES CELESTINS




Através do "olhar" do meu marido ( que esteve a trabalhar num projecto em Vichy ) já Divagamos um pouco pela cidade (VICHY  I) e também deu para apreciarmos os seus lindos jardins e o edificio das suas famosas Termas (VICHY II).

Hoje vou mostrar:  la Source des Celestins

A fonte Celestins, deve o seu nome a um antigo convento localizado logo acima do local onde ela se encontra. A sua água é mineral surgindo naturalmente e fluindo a uma temperatura constante de 17,3 ° C e é naturalmente gasosa. É exportada para mais de quarenta países e 40 milhões de garrafas são vendidas por ano.





O atual edificio foi construído em 1908 por Lucien Woog, principal colaborador Charles Lecoeur, tendo sido completamente renovado em 1993.








A fonte foi declarada de interesse público por decreto imperial em 23 de janeiro de 1861.









Fotos: António Rodrigues


terça-feira, 24 de maio de 2016

VICHY II - Termas e Jardins




Já mostrei anteriormente um pouco da cidade de Vichy vista pelo "olhar" do meu marido (AQUI), como ele voltou novamente lá,  hoje vou continuar a mostrar esta linda cidade.





Edificio das Termas de Vichy







A primavera já chegou aos Jardins, vejam como estão lindos...




















Fotos: António Rodrigues


quinta-feira, 19 de maio de 2016

Praia de Monte Clérigo na primavera



Ao arrumar algumas pastas de fotografias, descobri que tinha várias de um passeio que fiz à algum tempo atrás e que me esqueci de partilhar aqui no blogue. Hoje vou mostrar: 

Praia de Monte Clérigo

A Praia de Monte Clérigo fica no concelho de Aljezur, no Algarve e faz parte do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.





Tem uma grande extensão de areal para o lado norte e bastantes rochas na parte a sul, local onde se pode observar diversa vida marinha na baixa-mar desde estrelas-do-mar, caranguejos, camarões, lapas e polvos nas fendas das rochas. É uma praia excelente principalmente para famílias com crianças pois na maré baixa formam-se piscinas naturais.







Como era fora da época balnear, na pequena povoação reinava a paz e tranquilidade.






Na primavera, a beleza do mar associa-se à beleza dos campos floridos ....







E como soube bem passear por aqueles caminhos, onde o olhar se perde além do horizonte.




Fotos: Pessoais