quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Escócia - Scotland


Por vezes não é possível viajar, as razões podem ser várias, falta de dinheiro, de saúde, idade avançada, enfim podem existir diferentes factores e motivos. No entanto, isso não deve ser impeditivo de conhecer novos locais e costumes, podemos viajar sem sair da nossa cadeira, vendo fotografias que nos transportam, se assim a nossa predisposição quiser, a lugares longínquos.
Para todos os que gostam de viajar, nem que seja através da imaginação, aqui deixo fotos e informações, que nos vão permitir conhecer um pouco mais outras terras e culturas.

Hoje vamos viajar até … Escócia

Boa viagem!

A Escócia é um dos territórios que integram o Reino Unido. Um país cheio de encanto e magia, de paisagens de um verde inigualável, lagos sublimes, ilhas espectaculares, castelos de sonho e lendas inesquecíveis.


Foto: http://hdw.eweb4.com

O nome Escócia (Scotland) deriva do latim Scotia, que significa terra dos scots, um povo de origem celta vindo da Irlanda e que se estabeleceu na costa oeste da Grã-Bretanha por volta do século 5. Em 1707, a Escócia uniu-se à Inglaterra para formar o Reino Unido da Grã-Bretanha.

Foto: http://hdtraveling.com


É limitada ao norte pelo oceano Atlântico, a leste pelo mar do Norte, a sudeste pela Inglaterra, ao sul por Solway Firth e pelo mar da Irlanda e a oeste pelo canal do Norte, que a separa da ilha da Irlanda e do oceano Atlântico. A Escócia compreende 186 ilhas, a maioria delas incluídas em três grupos: as ilhas Hébridas, perto da costa ocidental, as Órcadas, próximas à costa setentrional, e as Shetland, ao nordeste das anteriores.


Foto: www.downloadjpeg.com

A capital é Edinburgh (em gaélico escocês: Dùn Èideann). É uma das mais bonitas e elegantes cidades europeias. Os seus bairros são separados por parques e jardins e, mais imponente, por encostas escarpadas e colinas relvadas.

Foto: hdwallpapersbase.com

Língua: Inglês. Duas outras línguas também são faladas em algumas comunidades: o Scots (que por vezes não é considerado como um idioma separado) e o gaélico escocês.

A moeda utilizada na Inglaterra é a libra esterlina (£), ou pound. Os centavos são conhecidos como pences.


A bandeira
A bandeira da Escócia representa a cruz de Santo André, patrono da nação. É uma das três cruzes que compõem a bandeira do Reino Unido.




O Brasão
As Armas Reais da Escócia, foi o brasão de armas ocifial dos monarcas da Escócia, onde foi utilizado pelo brasão oficial do Reino da Escócia até o Tratado de União de 1707. O brasão de armas do Reino da Escócia mudou significativamente após a União das Coroas em 1603 e, finalmente, passou a se tornar o brasão real do Reino Unido usado na Escócia.
Como a Inglaterra, a Escócia, é representada por leões no Brasão Reino Unidense, A Inglaterra por três leões empilhados e a Escócia representada por um leão rampante. A Bandeira do Leão Rampant é usada pela realeza escocesa apenas.



Religião
o protestantismo presbiteriano (Igreja da Escócia, informalmente The Kirk) é a religião oficial e a de 80% da população, mas sofre uma divisão interna entre evangélicos ou calvinistas (ligados à burguesia) e moderados (apoiados pela nobreza); há também ecumênicos (10%) e católicos (10%) e um pequeno número de judeus; a maçonaria tem grande prestígio entre intelectuais, aristocratas e magnatas da indústria.

Demografia
Cerca de 70% da população do país vive na Central Lowlands - um vasto e fértil vale num estiramento na orientação nordeste-sudoeste entre as cidades de Edinburgh e Glasgow, incluindo grandes povoações como Paisley, Stirling, Falkirk, Perth e Dundee.

Foto: gde-fon.com

Economia
A economia da Escócia é próspera e diversificada. É baseada no setor de serviços, principalmente de turismo, serviços financeiros, da educação e da pesquisa tecnológica. Edimburgo é um dos principais centros financeiros da Europa. Também se destaca no sector de bebidas, onde a produção de uísque é o principal produto. A tradicional fabricação de uísque está profundamente enraizada na cultura escocesa, datando da época dos antigos celtas, por volta de 800 a.C. O clima húmido da Escócia oferece as condições ideais para o plantio de cereais como cevada e centeio, mais tarde destilados para elaborar o uísque. Visto como um presente dos deuses, os celtas chamavam o uísque de "uisge beatha" - água da vida. Hoje a Escócia tem a maior concentração mundial de destilarias de uísque maltado. Muitas delas oferecem visitas guiadas.


Foto: Net

Relevo
O relevo da Escócia integra a cadeia de montanhas que se estende da Escandinávia à Irlanda. As suas montanhas, originadas no período pré-devoniano, apesar de fortemente aplainadas pela erosão, são as mais altas da Grã-Bretanha, com altitudes médias de 900m. Ben Nevis é o pico culminante, com 1.343m. As montanhas dividem-se em dois blocos: o das Terras Altas (Highlands), ao norte, e o das Terras Altas do Sul (Southern Uplands). Entre eles há uma faixa deprimida, as Terras Baixas (Lowlands).

Foto: www.mrwallpaper.com

Clima
Escócia tem um clima que muda bastante. Num minuto tem um sol esplêndido, no minuto a seguir está a chover. Dependendo do dia, podem-se ver diversas variaçoes de tempo e clima, com pouca distância. Nas montanhas, o tempo pode mudar mais rápido que nas zonas baixas, e ser ainda mais de extremos.

Foto: 1ms.net

A Costa Este da Escócia é mais seca e geralmente melhor. No Inverno a temperatura raramente está abaixo dos zero graus. Na Costa Oeste, a temperatura é mais elevada, se bem que a humidade e a chuva também mais intensas. Os meses secos da Escócia são Maio e Junho, os mais quentes Julho e Agosto, durante o Inverno, frio e humidade dominam tudo.

Cultura
A Escócia possui grande diversidade cultural e muitos actores, escritores e artistas. Actores como Sean Connery e Ewan MacGregor tornaram-se grandes estrelas do cinema, merecendo aclamação internacional e tornando-se embaixadores do seu país e da indústria cinematográfica escocesa.
A cidade de Edimburgo recebe no Verão, aquele que é considerado o mais importante festival cultural do mundo, o Festival de Edimburgo.
De referir também O kilt que é considerado um traço marcante da cultura e identidade do país. Surgiu no século XVI, no norte da Escócia. Cada clã ou família tinha um tipo de quadriculado no kilt, que identificava os seus integrantes.

Gastronomia
A gastronomia escocesa distingue-se pelo variado sortido de produtos frescos, seja carne (vaca e caça), peixe (salmão e arenque fumado), marisco ou legumes de grande qualidade. Há toda uma variedade de sabores e aromas exóticos provindos de diversas origens étnicas. O prato nacional da Escócia é o calórico haggis, feito à base de pulmões, coração e fígados de borrego picados e misturados com aveia. Serve-se acompanhado de puré de batata, nabo, manteiga e pimenta preta, sem esquecer um copo de uísque. Também há haggis vegetarianos. Outro prato típico é o Scotch Sink, uma sopa de peixe com badejo fumado e carne de veado ou faisão.


Alguns dos Locais a conhecer:
A Escócia apresenta interessantes pontos turísticos e culturais. Em função de seu rico passado e do bom desenvolvimento socio-económico. São diversos museus, parques, teatros, monumentos, castelos medievais, construções históricas e etc. O destaque fica para a Cidade Velha de Edimburgo que é Património Mundial da UNESCO.

Foto: gde-fon.com


■ A Capital Edinburgh
Edinburgh, capital da Escócia caracteriza-se por ter uma vista urbana espectacular que pode ser dividida em duas - a zona antiga, com as suas ruelas e becos calcetados e as elegantes fachadas neo-clássicas da zona mais recente. A cidade é dominada pelo Castelo de Edinburgh construído sobre uma rocha de origem vulcânica.

Foto: /www.free-desktop-backgrounds.net

É um centro moderno e dinâmico de arte e cultura, com imensos museus, galerias, universidades e festivais. Em Agosto, a cidade de Edinburgh é anfitriã da maior exposição de arte, música, teatro, dança e teatro de rua do mundo. Para além da cidade, a zona campestre The Lothian proporciona locais de enorme beleza com casas históricas e castelos. A zona este de Lothian tem tradição no golfe e aqui poder-se-ão encontrar os melhores campos de golfe do mundo.  As Colinas Pentland, no extremo da cidade, oferecem uma vista espectacular.

Principais pontos turísticos em Edinburgh:
- Cidade Velha de Edinburgh (Património Mundial - UNESCO)
- Museu Real da Escócia
- Museu da Infância
- Galeria Nacional da Escócia

Foto: wikipedia

- Museu Real da Escócia
- Museu da Escócia
- Museu da Infância
- Catedral St. Gilles

Foto: Wikipedia_Carlos Delgado


- Edifício do Parlamento Escocês
- Castelo de Edinburgh
- Princes Street Gardens
- Catedral St. Gilles
- Palácio de Holyrood

Foto: wikipedia_Kim Traynor


■ Glasgow
É a segunda maior cidade da Escócia e também a terceira mais populosa de todo o Reino Unido. A cidade tem um estilo único e uma personalidade marcante.

Foto: gde-fon.com

Esta bela Cidade Vitoriana é conhecida mundialmente pela sua arquitetura e pelas suas exuberantes paisagens campestres. Um dos lugares mais visitados em Glasgow, é o Lighthouse, onde a história do arquitecto e designer Charles Rennie Mackintosh, filho mais ilustre da cidade, é contada minuciosamente. A cidade desenvolve-se em torno do rio Clyde, que a atravessa e onde se podem admirar diversas pontes quer para trânsito rodoviário quer pedonais.


Foto: Wikipedia

Princess Square é a mais importante praça central de Glasgow, situada próximo de Buchanan Street, que junto com as ruas Argyle e Sauchiehall formam a mais famosa região comercial da cidade. Conhecida como a capital do estilo da Escócia, com as suas cervejarias art déco, elegantes lojas e centros culturais, Glasgow orgulha-se de mais de 30 museus e galerias. Acolhe todos os anos o Festival Internacional de Jazz e o Celtic Connections - o maior festival de Inverno em todo o mundo dedicado à música e cultura celtas. Para quem gosta de áreas verdes uma visita aos parques Barshaw, Kelvingrove e Pollok é obrigatória.

Foto: wikipedia_Finlay MCWalter

Principais pontos turísticos em Glasgow:
- Museum of Transport(Museu dos Transportes),
- Museum of Piping (Museu da Gaita de Foles), o maior do género no mundo
- Parque Glasgow Green
- People's Palace no Glasgow Green. Trata-se de um prédio histórico onde se pode conhecer toda história da cidade desde 1750.
- Clydebuilt, museu marítimo que conta a importância do rio Clyde na formação da cidade.
- Vikingar, onde é contada a história da presença dos Vikings na Escócia.
- Kelvingrove Art Gallery and Museum


Foto: wikipedia_Phillip Capper

- Catedral de Glasgow
- Glasgow Royal Concert Hall
- Scottish Exhibition and Conference Centre
- Galeria de Arte Moderna
- King's Theatre
- Citizens Theatre

Dundee
A cidade de Dundee está localizada na costa leste da Escócia, na foz do rio Tay com o Mar do Norte e é a quarta maior cidade do país.

Foto: wikipedia_Ydam

Entre as principais atracções da cidade está o Mills Observatory, o único observatório público Britânico construído somente para as pessoas conhecerem e entenderem a ciência.

Dundee conserva muitos atractivos turísticos e preserva a sua antiga história através dos seus antigos prédios, como o famoso castelo de Broughty, construído em 1496.

Foto: 1zoom.net

Principais pontos turísticos em Dundee
- Galeria McManus
- Prédio da Academia Morgan
- Farol de Dundee
- Wishart Arch

Foto: Wikipedia_ Ydam

- Sensation Science Centre
- Teatro de Dança Escocesa

■ Aberdeen
A cidade escocesa de Aberdeen é a terceira maior cidade do país e é também um importante porto da Escócia por ser banhada pelo Mar do Norte. Ela é conhecida como a "cidade do granito", devido aos seus edifícios construídos à base de granito.

Foto: wikipedia_Ragazzi99

Situada na foz dos rios Don e Dee, a cidade conserva inúmeros pontos turísticos, entre eles as pontes instaladas sobre esses dois importantes rios. A catedral de St. Machar é outro grande ponto turístico de Aberdeen com uma arquitectura de estilo gótico perpendicular, construída no século 14. O pináculo de cerca de 60 metros da Catedral Católica é também  um dos atractivos juntamente com Marischal College, o maior prédio de granito branco do mundo.

Foto: Martyn Gorman

■ Highlands
Highlands é a parte da Escócia que reflecte perfeitamente a imagem romântica que a maior parte das pessoas têm desta nação.

Foto: http://wallpapers.free-review.net

A cidade principal é Fort William, que fica na sombra do Ben Nevis, o pico mais alto da Grã-Bretanha. A norte fica uma costa majestosa de Lochs (fiordes) de águas profundas e enseadas de areia branca flanqueadas por montanhas e com as Ilhas Hébridas no horizonte. A oeste de Fort William, pela poética 'Road to the Isles' (estrada para as ilhas), fica Mallaig, o principal ponto de embarque para Skye. Mais para norte fica Ullapool, um dos principais portos das Hébridas Exteriores e a base ideal para explorar o inóspito noroeste.

Foto: 1zoom.net

■ Inverness
Inverness é a maior cidade do norte da Escócia e a capital das terras altas, conhecidas como Highlands, local de muitas lendas e tradições. É uma cidade pequena e tranquila, cortada pelo rio Ness.

Foto:http://hdwallpapersfactory.com

A cidade tem o seu encanto, particularmente nas margens do Rio Ness, que corre pelo seu coração ligando Loch Ness a Moray Firth. O Castelo é um edifício Victoriano avermelhado, construído em 1834. Por baixo do Castelo fica o Museu de Inverness e a Galeria de Arte. 


Foto: http://hdwallpapers.pm

Em High Street destaca-se a gótica Town House. No fim de Church Street fica a Old High Church, fundada no século XII e reconstruída em 1772, embora a torre do século XIV permaneça intacta. Na margem ocidental do Rio Ness, oposta ao Castelo, fica a neo-gótica St. Andrews Cathedral que data de 1869.
.
■ Loch Ness (O lago Ness)

Foto: Pixdaus.com

É uma das maiores atracções da Escócia. É o lago mais profundo da Grã-Bretanha que se estende por 37 kms desde Fort Augustus no sul até Inverness no norte. O "loch" oferece uma bela paisagem só por si, com colinas majestosas que se erguem verticalmente das suas margens de florestas.

Foto: freewalppaper.net

A visibilidade da água é extremamente reduzida devido ao teor de turfa dos solos circundantes, que é trazida para o lago através das redes de drenagem. Pensa-se que o lago Ness tenha sido modelado pelos glaciares. Todos os anos chegam centenas de milhares de visitantes para observar o lago e contemplar o mistério originado no famoso Monstro do Loch Ness. As águas do Loch Ness são bastante frias, devido principalmente à sua latitude e à sua profundidade. O seu litoral é bastante pitoresco, com castelos como o de Eilean Donan.

Foto:http://hdw.eweb4.com

■ Fort William
É a principal porta de entrada nas Highlands Ocidentais e um dos principais centros turísticos do país.

Foto: 1ms.net

Fica no topo de Loch Linnhe, na sombra dos picos brancos do Ben Nevis, a montanha mais alta da Grã-Bretanha. As montanhas em redor de Fort William e os Glens estão entre os mais impressionantes da Escócia. Glen Nevis é muito bonito e pode ser reconhecido de filmes como Braveheart e Rob Roy. O forte que deu o nome à cidade foi construído em 1690 por ordem de William III para manter os rebeldes escoceses em ordem.

Foto: Wikipedia_Blisco

■ Mallaig
É um porto pesqueiro agitado e o principal ponto de partida de ferry para a Isle of Skye.

Foto: 1zoom.net

Uma das principais atracções é o Mallaig Marine World, um aquário com espécies marinhas locais e com a exibição da história da industria pesqueira. Do alto de uma das colinas da aldeia é possível observar um excelente panorama do porto e da Ilha de Skye no horizonte.

Foto: wikipedia_Dbx54


■ Ilha de Skye
Skye é a maior das quase mil ilhas que fazem parte da Escócia. Com cascatas, vales a perder de vista, arco-íris lindíssimos e abundantes e paisagens inspiradoras, é sem duvida uma das mais bonitas.

Foto: http://scenery-wallpapers.com

No extremo norte da ilha, que não tem mais que 80 quilômetros de ponta a ponta, o Skye Museum of Island Life. Os traços da cultura celta estão presentes desde as placas de trânsito bilíngues (inglês-gaélico) até os símbolos de linhas entrelaçadas, encontrados em objectos de prata. Portree é a sua capital. A visitar: as montanhas da parte Sul Cullins, o lado Norte da ilha, a peninsula de Uig e Staffin, Dunvengan e Coral beaches. É imperdível uma visita ao castelo aonde foi filmado o Highlander, em Dornie - Eilean Donan Castle, construído no século XIII. Faça uma visita virtual, a este encantador castelo.

Foto: http://hdwallpapersfactory.com

■ Gruta de Fingal - Ilha de Staffa
A Gruta de Fingal é uma caverna marinha na ilha desabitada de Staffa, nas Hébridas Interiores, Escócia, que faz parte de um reserva nacional.

Foto: http://www.hdwallpapersinn.com

É formada por basalto hexagonal, similar em estrutura - por causa da mesma origem num fluxo de lava - da Giant's Causeway, a Calçada dos Gigantes, na Irlanda do Norte. O seu tamanho e tecto de arcos naturais, juntamente com os arrepiantes ecos produzidos pelas ondas, produzem um ambiente de uma catedral natural. O nome gaélico da gruta, Uamh-Binn, significa "Gruta da melodia".


Foto: http://www.hdwallpapersinn.com

A escócia tem uma paisagem majestosa, montanhosas imponentes, uma costa polvilhada de lindas cidades coloridas, uma impressionante herança histórica e um povo cordial, animado, amigável e hospitaleiro, tornam a Escócia um país que vale a pena visitar.

Foto: http://scenery-wallpapers.com

Fontes e Fotos : “Wikipedia”; “portalsaofrancisco”; “Manualdoturista”; “Viagensimagens”; “aeiou.visao.pt/”; “http://www.ayrshire-arran.com/ “; "http://www.revistareal.com/"; "http://www.aberdeen-grampian.com/"; "http://www.visithighlands.com/"; http://www.eileandonancastle.com/; http://hdwallpapersfactory.com; 1ms.net; 1zoom.com; http://scenery-wallpapers.com; outros

* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.

Foto: http://scenery-wallpapers.com

“Viajar é estar aberto ao novo, aos outros e a ver a vida com outros olhos.” (Cristiane Galvão)

5 comentários:

  1. Maria,
    Obrigado por mais uma fantástica viagem!
    Atraem-me, em particular, as Terras Altas, plenas de lendas e encantamentos vários.

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  2. Olá maria , obrigado por proporcionar mais uma viagem maravilhosa.
    Bom final de semana.
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Que fantástico viajar aqui, Maria!! Ainda vou lhe roubar umas fotos, mas lhe darei o crédito, rsrs. Aqui a gente aprende.

    bjs, querida amiga.
    tais luso

    ResponderEliminar
  4. LINDOOOOOOO ! Parece um país de FADAS !!!!!!!

    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Maria se la voltar dez dias o que fará?.. sem falta!.. lol

    estou convencido que responde.
    obg.

    ricartbarros@gmail.com

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.