05/12/2018

Férias em MOSCOVO




Na minha viagem pelos Países Bálticos e Rússia, como já referi anteriormente, começamos por visitar  Estocolmo, seguimos para Tallin, depois foi a vez de Helsinquia, a paragem seguinte foi São Petersburgo e hoje vou mostrar alguns olhares do último destino do nosso circuito:

 Moscovo


Moscovo está situada sobre o rio Moscovo e é a capital e a cidade mais populosa da Rússia.




Ficámos instalados no Marriott Grand Hotel, um hotel elegante, bem localizado e com um quarto bastante espaçoso.




Moscovo tem imenso para ver, hoje deixo alguns dos muitos pontos de interesse que podemos observar e apreciar.

PONTOS TURISTICOS que visitámos:
  • Praça Vermelha
Muito conhecida pelos grandes desfiles militares, aliás parte estava fechada para comemorações militares, ao seu redor encontra-se a Belíssima Catedral de S. Basílio, o Museu de História do Estado, a Catedral de Kasan,  os muros do Kremlin bem como o Centro Comercial GUM.





  • Centro Comercial GUM
Muito bonito e luxuoso  nele se encontram representadas as grandes marcas mundiais. Foi construído entre 1890 e 1893 por Alexander Pomerantsev e Vladimir Shukhov.





  • Praça do Manege ou Manezhnaya
A Praça do Manege, tem a leste o Hotel Moskva, a sul o Museu Histórico do Estado e ao Jardim de Alexandre, o Manege de Moscovo a oeste e à sede da Universidade Estatal de Moscovo a norte. Está decorada com canteiros de flores e fontes com esculturas sobre contos folclóricos russos.




  • Jardim de Alexandre 
O Jardim de Alexandre foi um dos primeiros parques urbanos públicos de Moscovo. Foi construído entre 1819 e 1823 e o seu nome é uma homenagem ao czar Alexandre I da Rússia. É composto por três jardins separados, que se estendem ao longo de todo o comprimento da muralha ocidental do Kremlin de Moscovo. Para além de toda a linda área arborizada com longos passeios,  encontram-se também fontes,  estátuas e o túmulo do soldado desconhecido.




  • Kremlin
É um complexo fortificado no centro da capital russa, nas margens do rio Moskva, com a Catedral de São Basílio e a Praça Vermelha a leste e o Jardim de Alexandre a oeste. É o mais conhecido dos kremlins (cidadelas russas) e inclui cinco palácios, quatro catedrais e uma muralha com torres. O complexo serve como a residência oficial do Presidente da Federação Russa.





  • Estátua de Pedro o Grande
Obra do artista georgiano Zurab Tsereteli localiza-se num espaço perto do Rio Moskva e do Canal Vodootvodny. A estátua tem 98 metros de altura. Foi projetada pelo designer georgiano Zurab Tsereteli para comemorar 300 anos da marinha russa.




  •  Teatro Bolshoi
Este lindo edifício histórico, é sede da Academia Estatal de Coreografia de Moscou, também conhecida como Academia de Balé Bolshoi, Companhia de Balé Bolshoi ou simplesmente Balé Bolshoi, sendo uma das mais antigas e prestigiosas companhias de dança do mundo.




  • Lago dos Cisnes
Diz-se ter sido este lago no parque de Novodevichy, onde se situa o convento do mesmo nome que inspirou Tchaikovsky para o seu famoso "Lago dos Cisnes".




  • Museu da Grande Guerra Patriótica
Museu dedicado à II Guerra Mundial, fica localizado no Parque Vitoria, um parque destinado a homenagear todas as pessoas que lutaram para que a Rússia conseguisse vencer a guerra. Em frente ao museu está o Obelisco da Vitória com 142 metros de altura. O museu tem mais de 14.000 m2 de espaço para exposições permanentes e mais 5.500 m2 para exposições temporárias, nele se encontram várias salas contendo informações, estátuas, recriações de diversos momentos da guerra, mas o meu destaque é para a Sala da Glória (Hall Of Glory), uma sala de mármore branco, onde nas paredes se encontram os nomes das pessoas que foram distinguidas como heróis da União soviética, encontrando-se no centro uma escultura enorme em bronze, representando o "soldado da vitória".




  • Igreja de S. Jorge
É uma igreja ortodoxa e fica também no Parque Vitória. Foi construída e consagrada em 1995 para comemorar o 50º aniversário da vitória na Grande Guerra Patriótica. O destaque da igreja são as relíquias de São Jorge.




  • Estações de Metro
O metro de Moscovo, conhecido como Palácio Subterrâneo, foi inaugurado na Era Stalin em 1935, sendo o maior do mundo por densidade de passageiros, transportando por volta de três mil milhões de pessoas por ano, cerca de 9,2 milhões de pessoas por dia. A sua rede é composta de 206 estações, distribuídas por 12 linhas através de 346 km. As estações são um espectáculo, são autênticas obras de arte.





  • Espectáculo de música e dança - Russian National Dance Show "Kostroma"
Um espectáculo imperdível!





  • Moscovo à noite
Uma visita à cidade sobre uma perspectiva diferente. Luzes de várias cores iluminam as fachadas de edifícios, as cúpulas dos templos e igrejas, as estátuas e para tornar ainda o nosso passeio mais bonito, a lua brindou-nos com a sua preciosa presença.




Moscovo é uma cidade imponente e fascinante.

Hoje dei uma visão geral de alguns dos locais que visitámos, futuramente mostrarei mais em pormenor alguns deles.




Texto explicativo: Wikipedia; www.moscovery.com
Fotos: Pessoais



3 comentários:

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.



Publicação em destaque

A Noite nas minhas Viagens

Luzes da Noite pelo mundo fora ... A noite em Macau No Japão Dubai ...