31/07/2021

Candeeiros de férias em Nova York




Quando regresso de férias, organizo as fotografias tiradas por temas e depois gosto de partilhar aqui. Este tema acabou por ficar esquecido, mas hoje veio ver a luz do dia.

Das férias em Nova York ficam os meus olhares sobre os seus:

Candeeiros

















"A arte de escutar é como uma luz que dissipa a escuridão da ignorância." Dalai Lama

LEIA MAIS

24/07/2021

Sé Velha de Coimbra




A Sé Velha de Coimbra localiza-se na freguesia da Almedina, na cidade e concelho de Coimbra. Constitui um dos edifícios em estilo românico mais importantes do país. A sua construção começou depois da Batalha de Ourique (1139), quando Afonso Henriques se declarou rei de Portugal e escolheu Coimbra como capital do reino.




Vista do exterior, a Sé Velha lembra um pequeno castelo, com muros altos coroados de ameias e com poucas e estreitas janelas. A aparência de fortaleza é comum às catedrais da época e explica-se pelo clima bélico da Reconquista. O portal é escavado em arco de volta perfeita, composto por sete arquivoltas, assentes em colunas de fustes ornados por elementos geométricos ou fitomórficos, com capitéis decorados por colchetes ou animais afrontados.





O interior é de três naves e cinco tramos (Porção de abóbada compreendida entre dois suportes (pilares, colunas, etc.)), com o transepto (Nave transversal ) pouco desenvolvido.




O retábulo-mor, foi construído entre 1498 e 1502 pelos entalhadores flamengos Olivier de Gand e Jean d'Ypres em estilo gótico flamejante. O motivo central é a Assunção da Virgem Maria. É um intrincado painel com figuras esculpidas que ilustram a história da Virgem e de Jesus. Ocupa quase todo o espaço da capela-mor românica e é o melhor retábulo deste tipo em Portugal. O altar gótico está apoiado sobre uma mesa de altar românica, contendo inscrições.





Da época gótica (séculos XIII-XIV) subsistem vários túmulos com estátuas jazentes ao longo das naves laterais. Da autoria de Mestre Pero, o túmulo de D. Vataça Láscaris (aia da rainha Santa Isabel) tem o emblema do Império Bizantino: a águia de duas cabeças. Também aqui se encontra o monumento tumular erigido nos finais do século XV em memória de D. Sesnando Davides, cônsul e governador de Coimbra no século XI.




O absidíolo Norte (capela de São Pedro), contém um altar renascentista de autoria de Nicolau de Chanterenne. O absidíolo Sul (Capela do Santíssimo Sacramento) foi totalmente reconstruído em estilo renascentista e tem um magnífico retábulo de pedra com Jesus e os apóstolos, do escultor João de Ruão.




Pia batismal gótico-renascentista (cerca de 1520-40), obra do português Diogo Pires o-Moço



Conchas Tridácmas, originárias do Oceano Índico (Indonésia).




Escultura barroca de Nossa Senhora do rosário do séc. XVIII.




O claustro, construído durante o reinado de Afonso II situa-se na transição para o gótico, encontrando-se no lado sul do templo. É quadrangular e de piso único. Cada face do claustro possui cinco arcos quebrados, envolvendo cada qual um par de arcos geminados de volta perfeita, rasgando-se em cada bandeira uma pequena rosácea decorada com traceria muito simples.







Na fachada Norte, a Porta Especiosa, é uma obra do arquiteto João de Ruão e do escultor Nicolau de Chanterenne, inspirada no renascimento italiano.





Texto explicativo: Wikipedia; www.monumentos.gov.pt; www.patrimoniocultural.gov.pt
Fotos: Pessoais

LEIA MAIS

17/07/2021

Edifícios de Lisboa




Do meu último passeio por Lisboa ...

Edifícios












Há sempre tanto ao nosso redor, para observar e "capturar".


LEIA MAIS

10/07/2021

Mini Férias na Praia da Rocha ( Algarve )




Em Junho fomos passar uns dias até à Praia da Rocha (Algarve). É sempre um prazer irmos até lá, o clima é excelente e é muito agradável podermos ir até à praia ou passear ao longo da avenida, tendo o mar e as gaivotas como companhia.


Passeando pela Praia da Rocha e Praias vizinhas








De manhã bem cedinho, íamos passear o meu cãozinho Cuki, terminando a voltinha numa ida até à praia. É uma alegria vê-lo correr e brincar na areia ou ir até à beira mar "apanhar" uma onda e tomar um banhinho.




Mesmo junto ao mar há sempre lindas flores para colorir ainda mais o nosso dia




Fortaleza de Stª Catarina e Marina de Portimão





"Olhares" da Praia da Rocha e das zonas ao seu redor









Passeando ao longo das praias vizinhas e observando a paisagem do alto das arribas.









A voar ou paradas, as gaivotas são uma constante junto ao mar,  mas é claro que outras aves também habitam por ali.






Um dos dias amanheceu um pouco cinzento e decidimos ir passear pela Zona Ribeirinha de Entre Pontes em Portimão.




Ao longo da avenida, várias peças de arte despertam a nossa atenção e encantam o nosso olhar.


Escultura "Banhista" - Portimão
Escultura "Banhista" da artista Vesna Pantelic

Como sempre passámos uns dias fantásticos. Se não houver contratempos regressaremos novamente em Agosto à nossa praia de eleição, a Praia da Rocha.





Fotos pessoais

LEIA MAIS


Publicação em destaque

A Noite nas minhas Viagens

Luzes da Noite pelo mundo fora ... A noite em Macau No Japão Dubai ...