quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Chile


Viajar sem sair de casa
Por vezes não é possível viajar, as razões podem ser várias, falta de dinheiro, de saúde, idade avançada, enfim podem existir diferentes factores e motivos. No entanto, isso não deve ser impeditivo de conhecer novos locais e costumes, podemos viajar sem sair da nossa cadeira, vendo fotografias que nos transportam, se assim a nossa predisposição quiser, a lugares longínquos.
Para todos os que gostam de viajar, nem que seja através da imaginação, vou passar a colocar no meu blog fotos e informações, que nos vão permitir conhecer um pouco mais outras terras e culturas.


Hoje vamos viajar até … Chile.

Boa viagem!


Foto: 1ms.net

O Chile (cujo nome oficial é República do Chile) é um país localizado na costa do oceano Pacífico fazendo fronteiras com o Peru, Bolívia e Argentina. Inclui também algumas ilhas oceânicas: a Ilha de Páscoa, a ilha Sala y Gómez, o Arquipélago Juan Fernández e as Ilhas Desventuradas. Também no Chile está o que é considerado o lugar mais seco do planeta: o Deserto do Atacama, de 200 km de extensão, localizado em San Pedro do Atacama.

 Foto: 1ms.net


A sua língua oficial é o espanhol e sua moeda o peso chileno. A capital administrativa é Santiago, que está a 520 metros de altura, próximo à Cordilheira dos Andes sendo a principal cidade do Chile comercialmente e culturalmente. No verão, quando a temperatura média é de 22ºC.


Foto: Wikipedia_Victor San martin

No inverno, a temperatura fica poucos graus acima de zero, o que dá à cidade novo atractivo, tornando-a ponto de partida para as estações de esqui. Entre seus atractivos estão inúmeros parques, museus, igrejas e uma intensa vida noturna.


A bandeira nacional do Chile apresenta duas listas horizontais iguais de branco (topo) e vermelho, com um quadrado azul com a mesma altura da lista branca no cantão, contendo uma estrela branca de cinco pontas, no centro.

O Brasão de armas do Chile é formado por um campo dividido em duas partes iguais: o superior de azul e o inferior gules. O escudo é sustentado por um condor e um huemul, que levam em suas cabeças uma coroa naval de ouro. O escudo está coroado por um penacho de três plumas, de cores vermelho, branco e azul, que se remonta a um símbolo de distinção que usavam no sombreiro dos Presidente da República do Chile. Debaixo, nos suportes, aparece uma faixa com o lema, em espanhol "POR LA RAZÓN O LA FUERZA", ou seja, Pela razão ou pela força.

A população chilena é principalmente Branca de origem europeia, 95% da população. O país é relativamente homogénea, tem uma identidade nacional, popularmente conhecido como chilenida. Os chilenos são muito agradáveis e hospitaleiros com todos os estrangeiros tornando o passeio pelo país bastante agradável.


Foto: Wikipedia_Valost


A geografia do Chile é extremamente distinta, visto a abrangência de diversas latitudes em seu território, o que lhe confere diferentes tipos de clima, vegetação e distribuição populacional. Ao passo que, ao norte, encontra-se o mais árido deserto do planeta (Atacama), ao sul encontram-se geladas florestas húmidas, na chamada Patagônia Chilena.

Esta variedade climática é atenuada de um extremo ao outro do território chileno pela influência moderadora do oceano Pacífico, que, percorrido pela corrente marinha fria de Humboldt, mantém relativamente baixas as temperaturas ao norte do paralelo 40º.

O país está localizado sobre a placa tectônica de Nazca, muito ativa, o que ocasiona violentos terremotos e maremotos - inclusive o maior terremoto já registrado na história, que atingiu 9,5 graus na escala Richter na região de Valdivia, em 1960.


A sua hidrografia é cheia de rios curtos e sem nenhum afluente de cada um deles. A pequena distância que existe entre a cordilheira dos Andes e o oceano determina a configuração de uma rede hidrográfica de rios curtos e pouco articulados (correm paralelamente uns aos outros).

O regime fluvial está diretamente relacionado com as condições climáticas: os rios do norte são pouco caudalosos e de regime muito irregular, devido à aridez do clima. O mais importante é o Loa, o único que consegue desembocar no oceano.



Foto: 1ms.net

É um país onde se pode estar num dia vendo os glaciares e no dia seguinte percorrendo o Deserto de Atacama, com incríveis locais que visitar, desde Rapa Nui ou a Ilha de Páscoa, ou a Praia de Matanzas, ou a Antártica chilena.


Foto: http://www.hdwallpapersinn.com

A economia do Chile é uma dos mais fortes na América Latina, é baseada na mineração, em especial sobre o cobre e molibdênio, dos que Chile é um dos primeiros produtores mundiais, também a extracção de ferro, prata, gás natural, ouro, manganês, zinco, enxofre e de petróleo.

Entre os principais produtos agrícolas são trigo, batata, beterraba, cevada, aveia, vinho, frutas. Importante reprodutores (ovinos, aves, suínos, bovinos, lhamas e alpacas) e pesca. A indústria está principalmente ligada à transformação de produtos agrícolas (alimentares, açúcar, vinho e carne) e de tecidos. O turismo, graças às inúmeras belezas naturais do país (deserto de Atacama, Ilha de Páscoa, Torres del Paine) é cada vez mais uma importante fonte de rendimento.





O Chile é conhecido por suas paisagens românticas e inspiradoras que variam dramaticamente desde a Patagonia até o Deserto de Atacama.


Foto: www.freewalppaper

É essa beleza natural dos lagos, vulcões, florestas e desertos que atraem as pessoas a fazer turismo no Chile.


Foto:Wikipedia_lucieGram

Além das conhecidas rotas de turismo como Torres del Paine e San Pedro de Atacama, o Chile tem várias belezas naturais e sítios arqueológicos pouco visitados.



Foto: 1zoom.net

Um exemplo são as múmias Chinchorro de Atacama, as múmias mais velhas do mundo, sendo mais antigas que as múmias do Egito em 2.000 anos.


Foto: 1ms.net

No sul, encontra-se a verde e límpida Patagônia chilena, vulcões cobertos de neve, rios de água pura, cachoeiras, lagos, florestas ancestrais, e fiordes.


Foto: wikipedia

Também se pode explorar a misteriosa Ilha de Páscoa

Foto: 1ms.net



ou as frias paisagens da Antártica.


Foto: http://hdw.eweb4.com

Quase todos os desportos radicais são praticados: rafting, escalada, cavalgada, mountain bike, parapente, canoagem, esqui, surfe, mergulho…


Foto: wikipedia_Hosteria Outsider

Antofagasta
É uma cidade do norte de Chile, sendo conhecida popularmente no Chile como a Pérola do Norte. Dentro dos seus atrativos turísticos encontra-se o Monumento Natural A Portada, acidente geomorfológico de rochas sedimentarias e restos fósseis que conta com uma superfície de 31,27 e que possui um alcantilado costeiro que atinge uma altura de cerca 52 de metros.


Foto: wikipedia_G.vera


Puerto Natales
É uma cidade da Patagónia Chilena, situada a 247 km a noroeste de Punta Arenas. É a capital da comuna do mesmo nome e da província de Última Esperanza na região de Magalhães e Antárctida Chilena.


Foto: wikipedia_Gonce

É o principal ponto de entrada para os visitantes do Parque Nacional Torres del Paine e término da linha marítima proveniente de Puerto Montt.


Foto: wikipedia_Jorg Sanck


Parque Nacional Torres del Paine
Está localizado na Região de Magalhães ao sul da Patagónia chilena. É considerado um dos parques mais impressionantes do sul do Chile.


Foto: Wikipedia_Miguel Vieira

Fundado como parque no final da década de 1950, foi declarado Reserva da Biosfera pela UNESCO em 1978.


Foto: wikipedia_Thomas Anderson

Valparaíso
Valparaíso caracteriza-se por ser uma cidade que resvala dos morros em direção ao mar. São 42 morros e colinas na cidade. Muitos deles apresentam particularidades que não se repetem em outros. A Área Histórica de Valparaíso foi declarada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO em 2003.


Foto: Wondermondo.com

Patagónia Chilena
Compreende a extremidade meridional de Valdívia, a região de Los Lagos, no lago Llanquihue, Chiloé, Puerto Montt e o sítio arqueológico de Monte Verde, bem como as ilhas a sul das regiões de Aisén e Magallanes, incluindo o lado ocidental da Terra do Fogo e do Cabo Horn.

Foto: Panoramio_Georg Wehrle

A Patagónia é uma região marcada pelos ventos que ocorrem em grande parte do ano. Dessa região é que partem as famosas excursões para a Antártica. Além de leões-marinhos, nessa região existe uma grande concentração de pinguins.


Foto: wikipedia_MarcDuval

Um país onde se pode fazer turismo de praia, em Valparaíso, ir ás compras em Santiago do Chile e disfrutar de espaços naturais, de fauna e flora diversificada, seja no Deserto Florido em San Pedro de Atacama ou na Região de Magalhães, com os imensos glaciares.


Foto: Freewalppaper.com

O Chile é um país de contrastes com incriveis paisagens para ver, uma gastronomia deliciosa e um povo extremamente hospitaleiro.

Fontes e Fotos: Wikipedia; wanderlustimages.com; www.visitchile.com/; www.virtualtourist.com; www.patagonia-chile.com/; Flickr; http://www.hdwallpapersinn.com, 1ms.net; ttp://hdw.eweb4.com; 1zoom.net; outros


* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.

Foto: 1ms.net

"Eu viajo não para ir a lugar algum, mas para ir. Eu viajo pelo propósito de viajar. A grande sedução é se mover." (Robert Louis Stevenson)

domingo, 13 de setembro de 2009

Férias no Algarve - Praia da Rocha



Glitter Words

Este ano como habitualmente, passei as Férias na minha casa na Praia da Rocha.



Nunca nos cansamos de lá ir, é um local espectacular, pois têm tudo o que é necessário para passarmos umas excelentes férias, desde bons restaurantes, uma praia magnífica, comércio e diversão.
É sempre um prazer chegar à Praia da Rocha e encontrar melhoramentos, este ano foi a Av. Tomas Cabreira que foi reestruturada e por isso está muito mais agradável.
É um sitio turístico para todas as "bolsas", desde alojamento barato até hotel de 5 estrelas, passando por restaurantes com comida internacional a restaurantes com pratos a preços muito acessíveis. Há de tudo para todos
.



Este ano foi completamente diferente dos anos anteriores. O António só pode tirar a última semana de Agosto. Assim, na primeira semana estive eu a Diana, o Pedro e a Lena, que embora seja minha prima, considero-a uma irmã, pois crescemos juntas e é uma pessoa magnifíca, sempre pronta a ajudar todos os que a rodeiam.




A Diana é claro que pouco esteve connosco, pois como a amiga Carolina estava em Portimão aproveitaram para se divertir e estar juntas.
A nossa rotina era de manhã na piscina e à tarde é que íamos para a praia. Como a Lena têm de andar devagar devido a problemas cardíacos, no percurso para a praia, embora seja bem pertinho (80 metros) íamos fazendo umas “pausinhas”(parando) pelo caminho, como dizia o Pedro. O engraçado, foi que o meu Pedro mesmo depois da Lena já ter voltado para Lisboa, quando vínhamos da praia, queria fazer sempre uma “pausinha” como a prima Lena fazia.
À noite íamos passear pela avenida e por vezes beber qualquer “coisita”. Aqui está a Lena a comprovar o que acabei de dizer.




No final da semana a Diana e a Lena voltaram para Lisboa e o António chegou do Porto. Graças a Deus que ele conseguiu ainda tirar 1 semana de férias, pois inicialmente estávamos a pensar, que este ano não seria possível ter férias em família, devido a um projecto de trabalho que estava a decorrer. Eu e o Pedro ficamos radiantes.




Penso que o dia que o meu Pedro mais gostou, foi o que passamos no “No Solo Agua” na Marina.





O espaço está espectacular, com uma decoração muito bonita e com um ambiente muito agradável.




Quase a terminar as nossas férias, fomos dar um passeio num autocarro turístico, que começou este ano a sua actividade na Praia da Rocha.
Parte do Hotel Júpiter, fomos até ao Autódromo Internacional do Algarve, seguimos depois para Penina, Alvor (zona Ribeirinha) e regressamos à Praia da Rocha.
Um excelente passeio que vale a pena fazer, para mais informações, consultar “Portimão sightseeing” da Vialvor (agência de viagens e turismo)
http://www.vialvor.com/





Foram uns dias excelentes, com a água do mar muito quentinha (o que eu adoro), todos com saúde, alegria e boa disposição.
Agora é sonhar com as Férias do ano que vêm!



montagem de fotos


"A felicidade não está no fim da jornada, e sim em cada curva do caminho que percorremos para encontrá-la." Autor desconhecido

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Monte Gordo

Vamos de FERIAS

Destino: Algarve - MONTE GORDO



ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more


Quando começamos a pensar em ir de férias, o ponto de partida é logo para onde vamos?
Após escolhido o local por consenso familiar, coloca-se logo a questão do alojamento. Neste campo a oferta é muito diversificada, desde os Hotéis de luxo, Pousadas, passando por Aparthotéis, parques de campismo ou ALUGUER de apartamentos. A escolha depende essencialmente do poder financeiro de cada um, é claro que a maioria de nós gostaria de ir para um local fascinante, super bem localizado, um local “especial”, mas não sendo financeiramente possível escolhemos o que está mais ao nosso alcance, tendo em conta a melhor relação qualidade/preço.
A selecção poderá ser feita através de uma agência de viagens, indicação de algum amigo para um sítio específico, ou como eu tenho utilizado ultimamente, através de pesquisa na NET. Aqui a oferta é imensa, há que saber bem o que se pretende, ver fotos e comparar preços.

Hoje, o local escolhido para falar um pouco é: MONTE GORDO

Monte Gordo situa-se no Algarve, é uma freguesia de Vila Real de Santo António, fazendo fronteira com a localidade espanhola de Ayamonte e com o Rio Guadiana. Com um extenso areal, um clima ameno e águas quentes e tranquilas, MonteGordo é um lugar onde se pode desfrutar de praias, diversas actividades de lazer, natureza, bem como de desporto.

Durante alguns anos foi a minha praia de eleição, em termos de alojamento a oferta vai desde apartamentos, hotéis e aparthotéis, parque de campismo, casas rurais, pensões e muito mais.

Em relação aos hotéis, adorei ficar no Hotel Vasco da Gama, não sendo uma unidade hoteleira nova, têm uma localização privilegiada (em cima doa areal), parque infantil, restaurante buffet com cozinha internacional e restaurante na praia, estacionamento, jardim, ténis, piscina para crianças e adultos com uma zona envolvente muito agradável e com pessoal impecável.


Quanto aos Apartamentos “Duna Mar” sendo vizinhos do Hotel Vasco da Gama, têm também uma das melhores localizações, é um empreendimento novo, com piscina exterior e interior, diversas lojas, mini-mercado, sala de jogos, jacuzzi, sauna, massagens, ténis de mesa, bilhar,centro de fitness, parque infantil bem como estacionamento, têm todas as facilidades para se poder passar umas excelentes férias.

Um pouco mais afastado da praia, mas a uma distância que é facilmente percorrida a pé, encontram-se os apartamentos “Parque dos Reis”. Também já lá fiquei e gostei imenso.
Tem piscina, solário, jardins, parque infantil, sala de jogos, sauna, jacuzzi e os apartamentos são bem decorados e muitos bonitos, principalmente os que ficam nas empenas redondas do empreendimento.

Monte Gordo, é uma das praias mais bem equipadas de toda a região, ostenta também a bandeira de Praia Acessível (que assinala as praias com equipamentos para deficientes) e oferece a possibilidade de se praticar actividades como canoagem, gaivotas, mergulho, vela, windsurf, voleibol e futebol.
Monte Gordo é também uma terra de pescadores. Os barcos muito coloridos e as suas artes de pesca limitam-se ao extremo poente da praia.
Á noite, são vários os sítios onde nos podemos divertir como o Bar 42 ou o Nox. Para quem gosta de espectáculo, animação e quer experimentar a adrenalina dos jogos, nada melhor do que uma visitinha ao Casino de Monte Gordo.


No final do dia é muito gratificante, fazer uma caminhada ao longo da magnifica avenida marginal, em calçada portuguesa e quando as nossas pernas necessitarem de um pouco de descanso, paramos escolhemos um local que nos agrade, sentamo-nos e podemos ler ou simplesmente contemplar esta espectacular praia.



Fotos: Net

Descanse, divirta-se, usufrua ao máximo as suas férias, tente eliminar todo o STRESS acumulado e aproveite para ser feliz e VIVER intensamente.