terça-feira, 17 de maio de 2011

Ilha de Santa Maria - Um dos Paraísos do Atlântico


Os Açores é um arquipélago lindissimo, hoje proponho fazermos uma visita virtual á encantadora Ilha de Santa Maria. Esta ilha situa-se no extremo sudeste do arquipélago dos Açores, foi a primeira ilha do arquipélago a ser povoada em 1439, situando-se a sua capital em Vila do Porto, a mais antiga das vilas Açorianas.


Foto: José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa


Geologicamente é a mais antiga dos Açores, com formações que ultrapassam os 8,12 milhões de anos de idade. Esta idade comparativamente avançada confere maturidade ao relevo e explica a presença de extensas formações de origem sedimentar onde se podem encontrar fósseis marinhos.

A região ocidental da ilha está recoberta por um solo argiloso de cor avermelhada, resultante da profunda alteração de piroclastos de idade pliocénica, formados quando o clima da ilha era muito mais quente e húmido do que o actual e o nível médio do mar se situaria cerca de 100 metros abaixo do actual.


Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz


A costa da ilha é em geral escarpada, atingindo os 340 metros de altura nas arribas do lugar da Rocha Alta. A ilha tem um conjunto de pontas muito pronunciadas (Ponta do Marvão, Ponta do Castelo e Ponta do Norte), demarcando algumas baías abrigadas onde aparecem praias de areias brancas (Baía de São Lourenço e Praia Formosa.


Foto: Olhares_Sofia Botelho


Ao longo das costas de Santa Maria existem alguns ilhéus e rochedos de dimensão apreciável, com destaque para o ilhéu do Romeiro (São Lourenço), o ilhéu da Vila e o ilhéu das Lagoínhas.


Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz


Tem um clima oceânico menos acentuado do que as demais ilhas do arquipélago, ameno, aproximando-se das características do clima mediterrânico, com um Verão seco e quente, bem marcado, e um Inverno suave e pouco chuvoso.

Apresenta uma baixa densidade florestal, com apenas 19 hectares de área florestada de produção, salientando-se as plantações de criptoméria nas faldas do Pico Alto. As zonas de matas são dominadas pelo incenso ("Pittosporum undulatum"), zimbros ("Juniperus") e loureiros.

O relevo e a riqueza de contrastes entre a terra e o mar, a que se associa o equilíbrio arquitectónico dos povoados, conferem grande beleza à paisagem. O ponto mais alto da ilha é o Pico Alto com 590m de onde se usufriu de uma magnifica vista panorâmica da ilha.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz

A pesca é factor importante na vida da ilha, embora claramente secundário em relação à actividade aeronáutica, ao turismo e à agropecuária.

O povoamento é disperso, com as casas espalhadas por toda a ilha, formando pequenos núcleos ao longo das zonas mais ricas em água da parte ocidental e aninhadas nos vales da parte oriental. A habitação tradicional é em alvenaria de pedra, com rebocos pintados de branco, barras coloridas em torno das portas e janelas e grandes chaminés cilíndricas, fazendo lembrar as casas alentejanas e algarvias.


fotos de Helder Oliveira

■ Vila do Porto
O maior povoado da ilha e sede do concelho de mesmo nome, urbanísticamente está dividida em duas partes:
• abaixo da Igreja Matriz, onde se mantém o traçado primitivo das ruas de cariz medieval;
• acima da Igreja Matriz, de ocupação mais recente, ao longo de uma rua comprida e larga, terminando na altura da Igreja de Santo Antão.

Igreja de Santo Antão

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz


■ Vila de Anjos
Pequena localidade a norte da ilha, povoação à beira mar, pequeno porto de pesca e piscina natural, local onde Cristóvão Colombo terá rezado com a sua tripulação no regresso da descoberta da América em 1493.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz

Algumas das maravilhas da ilha:
O património edificado da ilha é constituído por uma ampla variedade de exemplares, de vários tipos - públicos e particulares, civis, religiosos e militares, protegidos e valorizados pela sua importância histórico-cultural.

■ Farol de Gonçalo Velho
Localiza-se na ponta do Castelo, freguesia do Santo Espírito. Trata-se de um conjunto edificado integrado por um farol e pelas habitações dos faroleiros.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz

■ Forte da Baía de São Lourenço
Localizava-se na baía de São Lourenço, na freguesia da Santa Bárbara. A baía de São Lourenço serviu, até à época dos antigos paquetes, como porto alternativo de abrigo ao de Vila do Porto. Estância balnear com praia e piscinas naturais.

Foto: wikipedia

■ Igreja de Nossa Senhora da Assunção
A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção localiza-se na freguesia da Vila do Porto. Sob a invocação de Nossa Senhora da Assunção, padroeira da vila, data do início do século XV, constituindo-se numa das igrejas mais antigas do arquipélago.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz


■ Ermida de Nossa Senhora da Conceição (Vila do Porto)
Também conhecida como Ermida de Nossa Senhora da Conceição da Rocha ou Ermida de Santa Luzia, localiza-se no largo Sousa e Silva, na freguesia da Vila do Porto. Esta foi a primitiva igreja paroquial, a primeira de Vila do Porto. Fica localizada junto ao Forte de São Brás.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz


■ Forte de São João Baptista da Praia Formosa
O Forte de São João Baptista da Praia Formosa, também denominado como Castelo da Praia, localiza-se à Praia Formosa na baía da Praia, na freguesia da Almagreira. Em posição estratégica sobre aquele trecho da costa da ilha, era destinado à defesa daquele ancoradouro contra os ataques de piratas e corsários, outrora frequentes nesta região do Oceano Atlântico.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz


■ Ermida de Nossa Senhora da Saúde (São Pedro)
Localiza-se na freguesia de São Pedro, concelho da Vila do Porto. A actual ermida foi erguida em meados do século XVIII, em substituição à anterior, que se encontrava arruinada.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz

■ Ermida de Nossa Senhora de Fátima (São Pedro)
Localiza-se no Alto das Feteiras, na freguesia de São Pedro. Foi a primeira ermida, após a Capelinha das Aparições na Cova da Iria, a ser construída sob a invocação de Nossa Senhora de Fátima.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz

■ Ermida de Santo António (Santo Espírito)
A ermida localiza-se num vale, no lugar de Santo António, na freguesia do Santo Espírito, a leste no sopé do pico do Cavaleiro, junto a uma fonte, onde se origina a ribeira de Santo António, primitivamente denominada de ribeira de Diogo Gil.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz

■ Igreja de Nossa Senhora da Purificação (Santo Espírito)
Também denominada de Igreja das Candeias, localiza-se na freguesia do Santo Espírito. A sua primitiva edificação remonta ao século XVI, sob a invocação de Nossa Senhora da Purificação, conforme consta de todos os seus documentos conhecidos.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz

■ Museu de Santa Maria
O Museu de Santa Maria é uma instituição dedicada à etnografia e à divulgação e promoção cultural localizada na freguesia de Santo Espírito.


Onde dormir:
A ilha conta com várias unidades hoteleiras, de turismo de habitação e de turismo rural, entre outros:

Hotel Colombo - Vila do Porto



Hotel Santa Maria - Vila do Porto
Apart. Turísticos Mar e Sol - Praia Formosa - Vila do Porto
Casa de São Pedro - Turismo de Habitação - São Pedro

Apartamentos:
http://www.classificados.pt/
http://pt.anuncioo.com/
http://www.homelidays.com/
http://www.bigcasa.pt/
http://portugal.gabinohome.com/
http://www.atalho.com/

Festas e Tradições
Como nas demais ilhas açorianas, uma das actividades culturais mais marcantes são as celebrações do Divino Espírito Santo, que remontam ao início do povoamento e ao papel de destaque que a Ordem de Cristo e os Franciscanos tiveram na vida religiosa do arquipélago. As festividades incluem a coroação de uma ou mais crianças, em que o "Imperador" usa um ceptro e uma coroa de prata, símbolos do Espírito Santo, culminando com uma grande festa no sétimo domingo depois da Páscoa, o domingo de Pentecostes. Na ocasião são realizados os "Impérios" em honra do Espírito Santo, quando são distribuídas gratuitamente as chamadas "sopas", cozinhadas segundo as antigas tradições. Esta festa é celebrada em todas as freguesias.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz

- Celebração do Senhor Santo Cristo dos Milagres, na Vila do Porto.
- O Festival Maré de Agosto durante os dias 23 a 26 de Agosto.
- As festas em honra da sua padroeira Nossa Senhora da Assunção, na Vila do Porto a 15 de Agosto,

Artesanato:
Destacam-se a confecção de louça e de outras peças de olaria em barro vermelho (cuja tradição atualmente se procura recuperar), as camisolas de lã feitas manualmente, as mantas de retalhos coloridas e os panos de linho, os chapéus de palha, os cestos de vime e vários objectos em madeira e ferro.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz

Gastronomia
A gastronomia da ilha é rica, destacando-se o caldo de nabos, o bolo na panela, a caçoila, o molho de fígado, a sopa e a caldeirada de peixe. Entre os mariscos citam-se o cavaco, as lapas e as cracas. No campo da doçaria, citam-se os biscoitos encanelados, os de orelha, os brancos, os de aguardente e as cavacas. Entre as bebidas, o vinho de cheiro, o vinho abafado, o abafadinho, os licores de amora, de leite e a aguardente, são típicos.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz

A ilha de Santa Maria com paisagens lindas, praias de areia branca, campos verdes salpicados de flores, o azul do oceano e uma imensa paz e tranquilidade, associado à gentileza das suas gentes, tornam esta ilha um local ideal para descansar.

Vá visitar, Vale a pena admirar esta lindíssima ilha.

Fontes e Fotos: Wikipedia; http://www.rotasturisticas.com/; olhares; http://www.portais.ws/a/stamaria.html; http://www.azorestourism.com/guia/smaria.php; http://www.azoresweb.com/santa_maria_pt.html; http://a-tropical-island.com/azore-islands/santamaria/; outros.

Foto: wikipedia_Carlos Luis MC da Cruz

Sempre que viajamos seja física ou virtualmente (através por exemplo da leitura), alargamos os nossos horizontes, pois vamos conhecer novos locais, novos costumes, novas realidades e gentes. Aumentamos o nosso conhecimento e enriquecemos interiormente.

7 comentários:

  1. Como é bom saber e ver as coisas belas, o
    obrigada Maria

    ResponderEliminar
  2. Excelente reportagem documental e fotográfica!


    Bjjsss

    ResponderEliminar
  3. "No equilíbrio da vida se esforce para não despencar e atingir o fundo mas se isto acontecer escale novamente as paredes da dificuldade e chegue ao topo com mais força naquilo que o fez cair." (Bob Marley)

    Abraços: Leandro Ruiz

    www.lleandroaugustto.blogspot.com

    www.eu-e-o-tempo.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Que lugares divinos...amei conhecer com voce... me encantei com a cor das aguas do mar...
    Beijos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  5. LINDAS as imagens.
    ADOREI.

    Ainda não fui aos Açores, por falta de companhia...é verdade.

    Vem ver o novo MUSEU DO BONSAI e DA ÁRVORE, único em Portugal.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  6. Vejo que continuas em alta com as belas imagens que saem dos teus olhos.
    Isso é bom, muito bom mesmo.

    Que notícias trago?
    ...num momento de abandono
    De solidão
    foi como me senti ontem...
    Em que todas as pessoas me
    abandonaram...
    E nem um vulto na distância
    Na paisagem calada...da noite.

    Adoro ver as tuas fotos embora passe por cá algumas vezes, nem sempre comento.
    Fica bem.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  7. Olá Maria venho agradecer o carinho da vista e desejar também uma semana muito feliz, um beijinho muito grande adorei este post as fotos são lindissimas.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.