sábado, 22 de outubro de 2011

Divagar pelo Jardim Botânico de Montreal




Passear por um jardim, mesmo que apenas em fotografia, alivia o meu espírito e é sempre um prazer enorme, poder apreciar a arte do homem associada à beleza, cor e encanto da natureza.


Foto: www.tourism-montreal.org

Hoje levo-os comigo a passear pelo Jardim Botânico de Montreal


Foto: wikipedia_GarrettRock

Este lindíssimo jardim fica localizado em Montreal, na província de Quebec no Canadá. É o segundo maior jardim botânico do mundo, em área, atrás somente dos Jardins Botânicos Reais de Kew, em Londres, Reino Unido. Foi fundado em 1931 pelo prefeito Camillien Houde.





É como um museu vivo de plantas de todos os lugares do planeta. Do encantador Jardim chinês ao coração do deserto de Sonora ou do oásis de tranquilidade do Jardim Japonês para o jardim de design clássico francês, é um passeio de sentidos e beleza.



Foto: http://www.montrealiums2014.org

Os lagos situados no coração do Jardim Botânico e emoldurados por arbustos e ervas altas, abrigam vários tipos de fauna alada e são ideais para relaxar. Independentemente da estação do ano em que se visite, este magnifico jardim cativa pelas suas cores, fragâncias, beleza, trazendo uma sensação de paz e serenidade


Foto: net

Com 181 acres durante o verão, e dez estufas abertas o ano todo, o jardim oferece um ponto de informação chamado "Green Information, assim como artigos de profissionais, sobre flores e plantas.


Foto: www.tourism-montreal.org

O jardim conta com um insectarium, espécie de museu do inseto, com borboletas tropicais, insetos aquáticos, formigas e invertebrados. Possui 30 jardins temáticos ao ar livre, com mais de 22.000 espécies de plantas.


Foto: email recebido

No Jardim das Rosas (Rose Garden) a rosa é a rainha de todas as flores. São mais de 10 mil rosas dispostas entre arbustos, árvores ou outras flores, numa verdadeira sinfonia de cores.


Foto: email recebido

Os visitantes no jardim Alpino caminhando por entre as encostas rochosas e ao longo do riacho em cascata, vão descobrir plantas do Ártico, das montanhas do nordeste da América do Norte, das Montanhas Rochosas, dos Alpes, do Cáucaso, dos Pirinéus e da Europa Oriental e Ásia.


Foto: www.panoramio_Panamon-Creel

No Jardim japonês todos os elementos estão equilibrados para criar uma sensação de serenidade. Cada árvore, cada arbusto, cada pedra foi cuidadosamente escolhido e colocado. Os caminhos levam os visitantes através de configurações de peônias, rododendros, íris, caranguejo maçã-árvores e numerosas plantas perene. Tudo neste lugar de meditação tem um significado simbólico. Uma lagoa e uma série de cascatas e nascentes expressa a vida e renovação.


Foto: email recebido

O centro do Jardim Botânico é o Jardim Chinês, o Shanghai Dream Lake Graden, uma replica do jardim da dinastia Ming com uma impressionante composição de lagos, rochas esculpidas, bambus, penjings (árvores anãs) e pagodes sofisticados. Este jardim é único. Rústico e assimétrico, à primeira vista, foi criado, no entanto de acordo com um princípio estético rigoroso. É um lugar de contrastes e de harmonia. A organização espacial e arquitetura pavilhões, a seleção de plantas e minerais, a água e o contraste do yin e yang são todas as expressões dos princípios seculares da arte chinesa de projeto da paisagem.


Foto: www.freewalppaper.net

O Jardim da sombra "Shade Garden" oferece em dias ensolarados a sombra refrescante das árvores altas. É o local perfeito para admirar as primeiras flores da primavera. Pequenos recantos e vários caminhos contribuem também para o charme deste jardim.




Mais informações : http://www2.ville.montreal.qc.ca/jardin/jardin.html

Visitar jardins como este, mesmo que virtualmente, é um colírio para os olhos e uma bênção para a alma.

Fontes e Fotos: Wikipedia; www.ville.montreal.qc.ca/jardin/; montreal.streetviewtours.com/; www.virtualtourist.com/; http://www.montrealiums2014.org; Foto: www.tourism-montreal.org; www.1zoom.net; outros


* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.

Todo jardim começa com uma história de amor, antes que qualquer árvore seja plantada ou um lago construído é preciso que eles tenham nascido dentro da alma. Quem não planta jardim por dentro, não planta jardins por fora e nem passeia por eles.(Rubem Alves)

8 comentários:

  1. Eu também sinto-me imensamente feliz ao ver jardins, mesmo que em fotos !
    Belíssimo esse jardim botânico e deve ser extremamente emocionante passear por ele.

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Maria
    Que beleza de jardim e para quem se apaixona por flores fica-se encantado por largas horas.

    Felizmente que já vêmos alguns dos nossos jardins públicos bem tratados e com muito bom gosto.
    Espero que não mandem os jardineiros para o desemprego....

    ResponderEliminar
  3. Maravilha....Obrigado por mais esta lição
    ricamente ilucidativa...
    Bfs
    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Gosto de flores, produzem-me um efeito positivo.
    Em Maio deste ano, estive duas manhãs completas a fotografar a Rosaleda Lopez Rosat, que fascínio!

    Gostei deste passeio.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. O fim é lindo.
    Do crepúsculo, de uma vela, de uma chuva. O fim é esperançoso, exigente.
    Pancadas de beleza.
    O som e o sol pulam como um suicida ao avesso para dentro da vida.

    SERÁ QUE O FIM é mesmo lindo?
    huuuummmmm...
    tenho as minhas dúvidas!

    Mas, do que não tenho dúvidas
    é da minha FELICIDADE
    neste momento.
    Convido-te a visitar,
    desta vez, o blogue:Deabrilemdiante

    Lá, poderás ver as minhas pequenas Vitórias:
    ...Quando você ganhar, comemore: celebrar uma conquista é um importante rito de passagem. Esta vitória custou momentos difíceis, noites de dúvidas, intermináveis dias de espera. Desde os tempos antigos, alegrar-se com um triunfo faz parte do próprio ritual da vida
    ...
    Beijinhos da Tulipa

    Eu agradeço esta bela partilha.
    Íncrivel, estive em Montreal e não visitei o Jardim Botânico, o que eu perdi...
    Que maravilha!!!
    Muito obrigado.

    ResponderEliminar
  6. Obrigada por me levar nesse passeio, me perdi diante de tanta beleza. Maria, uma semana linda pra você, bjo
    Ivana - Reserva de Emoções

    ResponderEliminar
  7. olá Maria. È tanta beleza que ofusca e emociona nesse belo passeio pelo seu blog. Vc carinhosamente nos oferta. Muito obrigada amiga sempre por nos partilhar esse espetáculo da natureza, presente de Deus. Obrigada sempre e ótima semana! Bjos.

    ResponderEliminar
  8. Linda natureza, passeio maravilhoso!
    Obrigada por compartilhar imagens tão lindas!!!
    Beijos meus, amiga!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.