sexta-feira, 25 de maio de 2012

Durmitor NATIONAL PARK – MONTENEGRO


Com paisagens extraordinárias e uma natureza única, o Parque Nacional Durmitor em Montenegro é um local muito especial.




Criado em 1952, compreende o maciço de Durmitor, os Canyon dos rios Tara, Susica, e Draga e a maior parte do planalto do canyon Komarnica, cobrindo a área de 390 km ².


Foto: http://www.gopixpic.com

O Durmitor National Park, significando Durmitor, “dormir", num dos dialectos antigos de Montenegro, foi listado como Património Mundial pela UNESCO em 1980, no âmbito da Rede de Recursos da Biosfera, um reconhecimento importante, que atesta o seu valor natural, científico, cultural e paisagístico.




Incorpora três características geomorfológicas os canyons, planaltos e montanhas, sendo o seu pico mais alto, o Bobotov Kuk, que atinge 2.523 metros.

Foto: http://www.discover-montenegro.com

O Parque oferece 18 lagos glaciares de diferentes tamanhos, 3 enormes canyons (Tara, Susica e Komarnica),27 picos acima de 2200 metros, 48 picos acima de 2000 metros, 748 fontes de águas potáveis, florestas com mais de 500 anos, 2000 km de caminhos pedonais marcados e caminhos de escalada.


Foto_http://www.petersfoto.si

Uma parte do Parque Nacional Durmitor é composta pelo desfiladeiro do Rio Tara, o maior canyon de Montenegro e da Europa, com cerca de 80 km de comprimento e 1.300 m de profundidade, sendo o segundo maior do mundo, logo atrás do Grand Canyon no Arizona.


Foto: http://www.adriatyk.com.pl/

Possuí uma diversidade de fauna e flora notável . O canyon é protegido pela UNESCO como Património Mundial.


Foto: www.panoramio_Nemanja

Ao longo do Canyon, inúmeras nascentes de água acabam as suas corridas, precipitando-se para o rio em espectaculares cascatas. A mais impressionante é Bajlovic Falls, que mergulha de uma altura de 30 metros para o rio Tara.


Foto: http://www.trekearth.com_Ricardo Tellier

O canyon do rio Tara tem o apelido de "Tear da Europa", a sua grande massa de água tem a sua origem na neve do inverno e nas chuvas sazonais. A qualidade e a pureza da água é tal que pode ser consumida com segurança pelo viajante em qualquer ponto do seu percurso.


Foto: http://www.globtourmontenegro.com

Sobre o Canyon e o rio Tara ergue-se uma extraordinária ponte, um projecto notável, obra do arquiteto sérvio Mijat Trojanovič, tendo a sua construção começado em 1938 e sido concluída em 1940.


Foto: http://www.amazing-world-in-free-stock-pictures-and-photos.com

O rio Tara com águas puras e claras, é um dos últimos rios selvagens na Europa. É muito popular pela prática de rafting. O percurso a partir de Brstnovica para Scepan Polje é de 18 km de comprimento e leva 2 a 3 horas a realizar. Esta parte do canyon é a mais emocionante, porque é aqui que o rio tem a maior queda em elevação, no menor comprimento.

Nesta parte do Tara existem 21 dos seus 50 rápidos. Os rápidos principais são Brstanovici, Pecine, Vjernovicki e o muito perigoso Celije.


Foto: http://travel.nationalgeographic.com

Ao longo do Canyon há terraços rochosos, praias arenosas, altas falésias e mais de 80 grandes grutas.


Foto: http://www.amazing-world-in-free-stock-pictures-and-photos.com

A gruta mais notável de todas é Pecina Ledina, em 2.100 metros em Globa Glava. Famosa pelas suas estalagmites congeladas que podem crescer até 3 metros.


Foto: http://www.montenegro.com

Na base do maciço Durmitor fica o seu maior e mais profundo lago, o Lago Negro, conhecido localmente como Crno Jezero. O Lago Negro tem duas metades - Big Lake (o lago grande), e Small Lake (o lago pequeno).


Foto: http://www.zabljak.montenegro.travel

Devido à sua localização geográfica e a faixa de altitude, o parque está sob a influência de microclimas tanto Mediterrâneo como alpino, o que resultou numa excepcional variedade de espécies.


Foto: http://www.mountainphotography.com

Em território Durmitor, incluindo os canyons Tara e Piva existem 1.325 espécies identificadas e classificadas em 484 géneros e 129 famílias.


Foto: Net

Nestes 1.325 espécies, há 122 espécies endémicas. Aqui se encontram árvores de carvalho, faias, bem como áreas onde predominam as coníferas (zimbro mato, abeto árvore e pinheiro branco) e árvores de folha caduca.


No final de abril até julho tudo floresce espectacularmente, desde o verde das pastagens a toda uma palete de cores, que vão do azul, amarelo ou anil, das campânulas e gencianas, anémonas, violetas, entre muitas outras flores selvagens.




A Saxifrage branca ou amarela pode ser encontrada em toda parte agarradas às rochas, e nos campos de neve as snowbells (Campainhas brancas) são bastante comuns.


* Foto: net



Morangos silvestres e mirtilos são abundantes nas encostas mais baixas a partir de Junho a Outubro, bem como vários tipos de fungos comestíveis.

Também relativamente à fauna o parque apresenta um elevado índice de biodiversidade. É conhecido pela grande diversidade de espécies de aves. Nidificam em Durmitor mais de 130 espécies de aves, incluindo várias de grande valor conservacionista e científico como a águia cinzenta (Grey Eagle) e a águia Imperial (Imperial Eagle). No entanto, as espécies maiores de animais de caça selvagem são bastante mais raras – os corços quase desapareceram completamente, enquanto ainda se pode encontrar camurças em pequenos grupos, nas regiões mais elevadas. Os esquilos são os mais numerosos da vida selvagem, as lebres e raposas também existem em grande número tanto nas florestas como nos planaltos. Os lobos actualmente já são vistos mais raramente.




Em qualquer altura do ano este parque é sempre uma excelente visita. No inverno é muito apreciado para desportos de inverno, como o ski e a prática de Snowboarding.


Foto: http://www.discover-montenegro.com



O parque é um local muito apreciado pelos montanhistas, caminheiros e ciclistas.


Foto: http://walkingshoesandadigitalcamera-styria.blogspot


Um passeio de barco é uma boa forma de observar a beleza natural do parque.


Foto: www.ramstravel.co.me


O Durmitor National Park tem 200 quilómetros de trilhas adequadas que ajudam os caminhantes a desfrutar deste magnifico parque natural, existindo vários chalés de montanha para acomodar os aventureiros.


Foto: wikipedia_Nije Bitno

Vistas deslumbrantes, cavernas, nascentes, lindas e abundantes cascatas, lagos com uma cor incrivelmente azul, vales suaves e penhascos íngremes, Durmitor é um paraíso para os aficionados do rafting, para quem aprecia desportos de inverno, para os que gostam de caminhar, de escalar ou de pescar, enfim para todos os amantes da natureza.


Foto: wikipedia_Michael Tyler


Fontes e Fotos: Wikipedia; http://whc.unesco.org/; http://www.discover-montenegro.com/; http://www.montenegro-adventures.com/; http://www.montenegro.com/; http://www.photo-montenegro.com/; taracamfield.com; http://www.zabljak.montenegro.travel; http://www.mountainphotography.com; outros.

* Fotos: Net
As fotografias sem indicação dos autores é porque não os consegui identificar. Se forem suas, por favor queiram contactar-me que colocarei imediatamente o seu nome, ou retiro-as se for esse o seu desejo. Não é de maneira nenhuma minha intenção quebrar direitos de autor.

Photographs without the authors’ names are because I could not identify them. If they are yours, please contact me and I will put immediately your name, or remove them, if that is your wish. It is not my intention to break authors rights.


Viajar é alargar os nossos horizontes, é conhecer novas culturas, novos locais, paraísos perdidos que nos fascinam e encantam e se não o podemos fazer fisicamente, podemos sempre fazê-lo através da fotografia e da leitura, essa será a nossa viajem virtual!

2 comentários:

  1. Maria,
    Para um amante da natureza, como eu, esta é uma visita que deslumbra e emociona. Obrigado.

    beijo :)

    ResponderEliminar
  2. Este sítio é maravilhoso, nunca tinha ouvido falar.
    Lindo, como só a Natureza pode ser:)

    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.