quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Praia ... sem sol



Numa das nossas manhãs de férias, o dia acordou um pouco "cinzento", mas fomos como habitualmente até à praia, pois a temperatura estava  amena. Mesmo em frente do passeio que costumamos utilizar, tínhamos uma novidade,  um cruzeiro estava atracado ao largo.




O Pedro e o pai ainda estiveram a jogar.




Mas de repente, do mar começou a levantar-se nevoeiro, rapidamente deixamos de ver o cruzeiro e a temperatura arrefeceu acentuadamente.




O Pedro decidiu ir para casa e eu e o António optamos por ir andar um pouco.




Num dia sem sol e com nevoeiro é claro que não apetecia a ninguém andar nos barquitos, por isso eles estavam parados na areia.




Continuamos o nosso passeio e fomos até à Marina para tomar um café.



 


Reparamos que entretanto já era quase hora de almoço, por isso regressamos a casa. A avenida que habitualmente a essa hora, costuma ter poucas pessoas a passear, estava bem "preenchida".




No caminho fui "apanhando" a cor que faltava ao dia.









Mesmo num dia mais nebuloso podemos sempre apreciar  o "melhor" que ele tem para nos oferecer.


3 comentários:

  1. Que lugar lindo, Maria!
    Mesmo sem sol é bonito.
    E você tem razão, temos que apreciar e descobrir as cores pelo caminho.

    Suas fotos são belíssimas!

    Obrigada, Maria, pelo carinho em meu blog.

    Tenha um dia lindo!

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Imagens divinas... Obrigada pela partilha.

    Beijo e um dia feliz

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.